Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Santa Solange

Padroeira de Berry, na França e intercessora contra a seca

Origens

Santa Solange nasceu no ano 863, na vila de Villemont, perto da cidade de Bourges. Seu pai era pobre, vinhateiro de profissão e católico fervoroso. De seu casamento nasceu Solange, uma jovem linda fisicamente e mais bela ainda em sua alma e em seu coração. Alegre e cheia de piedade, gostava de ouvir seu pai contar passagens da vida dos santos. Ficou encantada com a história de Santa Inês, a bela jovem, virgem e mártir que entregou sua vida por causa da fé em Jesus Cristo.

Voto de castidade

Iluminada pelo exemplo de Santa Inês, a jovem Solange sentiu em seu coração o desejo de consagrar sua vida totalmente ao Senhor Deus, para servi-lo como a Ele aprouvesse. Por isso, fez um voto de castidade, pensando em possivelmente entrar para um convento de freiras quando fosse possível.

Pastora de ovelhas

Nesse tempo, ela passou a ser responsável pelo rebanho de ovelhas de sua família. Assim, toda manhã, quando saia para apascentar o rebanho, passava em frente à igreja, fazia suas orações, depositava flores no altar de Nossa Senhora e seguia para o campo. Lá, dividia suas horas entre o trabalho e a oração. Chegou a construir uma pequena capela de pedras para rezar e entrar no aconchego da presença de Deus.

Dons extraordinários e caridade

Em seus momentos de oração, algumas vezes, Santa Solange entrava em êxtase e contemplava a presença de Deus. Dizia que nesses momentos o tempo passava velozmente. Mas, então, os anjos a chamavam de volta para a realidade terrena, onde Deus a queria naquele momento. Sempre que podia, visitava os pobres e partilhava com eles o pouco que tinha, sentindo-se muito feliz com isso. Cheia de compaixão, visitava os doentes e rezava por eles. Muitos ficaram curados através de suas orações. Por isso, fama de Santa Solange se espalhou pela região como a linda santinha cheia de amor e compaixão.

Vítima do machismo

Um dia, um homem, movido por intenções escusas quis conhecer a tal jovem bela e santa. Seu nome era Bernardo de la Gothie. Era filho do Conde de Poitiers e de Bourges, também chamado Bernardo. O jovem Bernardo fingiu que saia para caçar, mas dirigiu-se a Villemont, exatamente na região onde Santa Solange pastoreava seu pequenino rebanhno. Quando Bernardo viu Solange, quis muito possuí-la e manifestou seu desejo. Santa Solange, porém, recusou com força.

Martírio

Bernardo disse aceitar e compreender a recusa de Solange. Porém, alguns dias depois, lá estava ele, no mesmo local, insistindo em suas propostas desvairadas para com Santa Solange. Como a santa demonstrava estar totalmente decidida a manter sua castidade, Bernardo agarrou-a à força, colocou-a sobre seu cavalo e a levou dali. Em dado momento, Santa Solange conseguiu escapar dos braços de Bernardo e caiu num riacho por onde passavam. Furioso por causa da decisão da jovem santa, Bernardo desceu do cavalo e decapitou a moça com apenas um golpe de espada.

Milagre na morte de Santa Solange

Algumas narrações contam que no momento da decapitação, santa Solange estava de pé. Sabendo, numa fração de segundo, o que iria lhe acontecer, estendeu seus braços e segurou sua cabeça. Em seguida, caminhou até um cruzeiro que ficava perto (hoje Saint Martin du Cros). Lá, ela caiu morta. Ali ela foi sepultada e passou a ser venerada. Muitos milagres aconteceram por sua intercessão e a fama de sua santidade se espalhou. Não se sabe o que aconteceu a Bernardo depois deste fato.

Veneração

O local onde Santa Solange caiu e foi sepultada passou a ser chamado “Campo do Martírio”. Ali foi construída uma igreja em sua homenagem. Todos os anos, no dia 10 de maio, dia de Santa Solange, os fiéis levam o relicário contendo seus restos mortais em procissão até à igreja. Alguns anos após a morte de Santa Solange, o Papa Alexandre VII deu autorização para que se criasse uma confraria que visava defender a pureza e os valores defendidos pela santa, chamada Confraria dos Primos de Santa Solange.

Oração a Santa Solange

Ó Deus, que destes a Santa Solange a graça da pureza de coração e de procurar fazer sempre e em todas as ocasiões a vossa santíssima vontade, mantendo a firmeza de caráter e a decisão de seguir-vos em todo momento, dai também a nós a graça de perseverarmos no cumprimento da vossa vontade até o fim. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo, amém. Santa Solange, rogai por nós.”

Veja alguns produtos de Outros Santos