Devoção a Santos

Você está em: Santos e Ícones . Devoção a Santos . Divino Pai Eterno

A devoção ao Divino Pai Eterno

História

A devoção ao Divino Pai Eterno nasceu na simplicidade, de maneira surpreendente. Aconteceu nos anos 1840, numa área de lavoura, local onde, no futuro, começaria a cidade de Goiânia, no Estado de Goiás. O casal de camponeses Constantino Xavier Maria e Ana Rosa de Oliveira tinham ido morar nas imediações do Córrego do Barro Preto, a cerca de vinte quilômetros do atual bairro de Campinas, em Goiânia.

O encontro da imagem

Constantino e Ana Rosa mudaram-se para o local e começaram a preparar a terra para o plantio. Nessa lida, Constantino bateu com sua enxada em algo no chão e notou que parecia ser de barro. Ele e sua esposa pegaram o objeto e limparam-no. Então, viram que era um medalhão de barro, medindo aproximadamente meio palmo. Limparam-no mais detalhadamente e viram que o medalhão retratava um momento celestial: quando a Santíssima Trindade coroa a Virgem Maria no céu. O casal compreendeu que era a imagem do Divino Pai Eterno. Felizes e gratos, entenderam que tinha recebido um sinal de Deus.

Bênçãos, graças e milagres

Constantino e Ana Rosa prepararam um altar especial em casa, onde depositaram o medalhão. Em seguida, convidaram seus familiares para simplesmente rezarem o terço diante do medalhão nos finais de semana. Então, as pessoas começaram a relatar bênçãos, graças e milagres. E, claro, a notícia se espalhou rapidamente. O povo começou a procurar a casa do casal em busca de curas e graças do Divino Pai Eterno.

De capela a santuário em honra ao Divino Pai Eterno

A quantidade de romeiros cresceu e a casa do casal já não tinha condições de acolher o povo. Então, o povo unido construiu uma capela coberta com folhas de buriti. Logo a capela ficou pequena. Então, Constantino e Ana Rosa doaram o terreno para a construção de uma capela maior. Devotos de toda a região ajudaram a construir. As graças continuaram, o povo triplicou em quantidade e uma terceira capela foi construída em 1876. Porém, logo, as maiores celebrações aconteciam ao ar livre. Em 1912 foi inaugurado o primeiro Santuário do Divino Pai Eterno. Hoje, este é o Santuário Velho, ou, Paróquia Matriz de Trindade, GO. Em 1975 era inaugurado o segundo santuário que, em 2006, tornou-se Basílica, a única no Mundo consagrada ao Divino Pai Eterno. Agora, um novo santuário está sendo construído, com medidas impressionantes. Deverá ser o segundo maior santuário do mundo.

A devoção ao Divino Pai Eterno

A devoção ao Divino Pai Eterno é a devoção daqueles que reconhecem a Deus como Pai! É a devoção dos filhos. Este reconhecimento de Deus como Pai só acontece dentro de nós por obra do Espírito Santo. É Ele quem nos impulsiona a chamar a Deus de “Abba”, que significa “Papai”, como lemos em Romanos 8, 15. A devoção ao Divino Pai Eterno é a devoção da família.

A devoção da Família

Lembremos que no Medalhão temos o Pai, o Filho e Espírito Santo coroando a Virgem Maria, Mãe de Jesus. É a família celeste mesclada na família humana redimida por Jesus. É a devoção daqueles que confiam no Divino Pai, que pedem a Ele em nome de Jesus, o Filho, no qual nós também somos filhos. É a devoção da confiança no Pai Divino que nos ama com amor infinito, a ponto de nos entregar seu Filho, para que nós também fôssemos feitos filhos em Jesus. Por isso, a Devoção ao Divino Pai Eterno é devoção de amor, de entrega, de intimidade com Deus, de humildade. Entreguemo-nos com confiança, ao coração cheio de amor do nosso Divino Pai Eterno!

Oração ao Divino Pai Eterno

“Divino Pai Eterno e Misericordioso, Deus Criador de tudo e de todos, nós Vos oferecemos pelas mãos de Maria Santíssima o preciosíssimo Sangue de Vosso Divino Filho; oferecemos também as lágrimas da Virgem Santíssima pela Purificação da Terra, pela Conversão dos homens e pela santificação deles através do Divino Espírito Santo. Oferecemos ainda pela fidelidade dos Vossos escolhidos, pela Vitória da Santa Igreja e Triunfo do Imaculado Coração de Maria. 

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, como era no princípio, agora e sempre, amém.”

Veja alguns produtos de Divino Pai Eterno