Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . Significado e Simbolismo . Santa Albertina

A Beata Albertina Berkenbrock é a protetora dos adolescentes e jovens. É brasileira, nascida em 11 de abril de 1919, em Imaruí, Santa Catarina. Aos doze anos, já era uma moça feita e muito bonita. Por causa de sua beleza, foi vítima de uma tentativa de estupro, mas resistiu bravamente "em nome de Jesus". Travou violenta luta com seu assassino. Este, vendo que nada conseguiria, após derrubá-la no chão, matou-a cortando seu pescoço. Um inocente tinha sido condenado pelo assassinato. Porém, durante o velório de Albertina, um milagre revelou a verdade: quando o acusado jurou inocência diante do corpo da menina, o sangue parou de jorrar do pescoço dela. O verdadeiro assassino foi encontrado e assumiu este e mais dois outros assassinatos. Desde então, Albertina passou a ser venerada pelos fiéis e muitas graças foram alcançadas por sua intercessão. A imagem da Beata Albertina é rica em símbolos e conta a história de sua vida e de sua morte. Vamos conhecê-la.

A cruz na mão direita da Beata Albertina

A cruz na mão direita da Beata Albertina revela sua fé em Cristo; fé que ela professou até à morte. Filha de família católica e piedosa, Albertina aprendeu desde cedo os rudimentos da fé simples e forte dos camponeses. Testemunhas afirmaram que ela amava a oração, ajudava nas celebrações na roça, confessava-se frequentemente e afirmava que o dia mais feliz de toda sua vida tinha sido o dia de sua primeira comunhão. Era uma menina simples, cheia de fé e vida. A cruz estando em sua mão direita simboliza que a fé cristã é algo que ela abraçou e quis viver.

O manto rosa

O manto rosa da Beata Albertina simboliza a alegria da fé em Cristo e a beleza da adolescência vivida conforme a vontade de Deus. Embora muito nova, Albertina cativava a todos com sua beleza simples, abertura de coração e disposição para ajudar a todos. Todos diziam que ela era uma adolescente encantadora, cheia de alegria e bondade.

A túnica branca da Beata Albertina

A túnica branca da Beata Albertina simboliza sua pureza de coração. Esta, aliás, foi a razão de ela ter sido assassinada, pois, preferiu morrer a se entregar ao tal Maneco. A adolescente cheia de beleza e alegria, conservava dentro de si um coração puro. Ela queria conservar sua virgindade e sentia em seu coração, como qualquer menina aos doze anos, que não tinha chegado a hora de viver experiências íntimas com ninguém, muito menos com um estranho. Além do mais, ela alegou ao seu assassino que não queria cometer este pecado. Portanto, queria conservar sua pureza.

A palma na mão esquerda da Beata Albertina

A palma na mão esquerda da Beata Albertina simboliza a vitória dos mártires. Albertina foi, sim, mártir, pois morreu para não trair sua fé; morreu para não cometer um pecado. Por isso, ela recebe a vitória dos mártires, simbolizada pela palma em sua mão esquerda.

Os lírios brancos

Os lírios brancos aos pés da Beata Albertina simbolizam sua pureza de coração e a vida que renasce. Ao se plantar um lírio, coloca-se um bulbo aparentemente sem vida debaixo da terra. Em pouco tempo ele brota e, de onde parecia não haver vida, nasce uma linda planta e belas flores. Assim aconteceu com Albertina. Ela foi "jogada na terra" sem vida. Porém, de sua morte, nasceu um grande testemunho, uma grande santa e milhares de graças alcançadas.

As rosas ao lado da Beata Albertina

As rosas ao lado da Beata Albertina simbolizam a beleza da adolescência, da juventude, da mulher, criada por Deus para ser uma perpetuação do amor divino. Assim foi Albertina: menina, adolescente, pura, casta, bela, cheia de amor, caridade e vida.

Oração à Beata Albertina

"Deus, Pai de todos nós. Vós nos destes vosso Filho Jesus, que derramou seu sangue na Cruz por Amor a cada um de nós. Vossa serva Albertina, foi declarada Beata pela igreja, porque ainda jovem derramou seu sangue para ser fiel a vossa vontade e defender a vida em plenitude. Concedei-nos que, por seu testemunho, nos tornemos fortes na fé, no amor e na esperança, vivamos fielmente os compromissos do nosso batismo, façamos da Eucaristia a fonte de nossa vida cristã, busquemos continuamente o perdão através da confissão, sejamos plenos do Espírito Santo, vivenciando a Crisma, e cultivemos os valores do evangelho. Por intercessão da Beata Albertina, alcançai-nos graça que nesse momento imploramos, (fazer o pedido), nós vo-lo pedimos por Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo, amém."

Veja alguns produtos de Santa Albertina