Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Santa Paula Frassinetti

11 de junho – Santa Paula Frassinetti

Protetora da Família e da Juventude

Origens

Paola Ângela Maria Frassinetti nasceu no dia 3 de março de 1809, na cidade italiana de Gênova. Ela viveu numa época de profundas instabilidades econômicas e políticas em seu país. Com apenas nove anos de idade ela perdeu sua mãe. Cresceu, então, sob a educação e companhia de seu pai e dos quatro irmãos. Todos estes vieram a ser ordenados sacerdotes. Assim, a pequena Paula cresceu num ambiente profundamente cristão.

Dinamismo cristão desde jovem

Em 1827, quando Paula tinha apenas dezoito anos, seu irmão mais velho, chamado José, foi nomeado Pároco de uma aldeia chamada Quinto al Maré. Paula foi, então, fazer uma visita ao irmão. Lá, percebeu a necessidade e fundou uma escola paroquial para crianças, especialmente meninas, carentes. Na escola recém fundada, Paula alfabetizava e ensinava costura e bordado.

Um exemplo que contagia

A nobre e fecunda ação da jovem Paula em favor das crianças pobres encantou muitas jovens da aldeia. Assim, não demorou muito para ela reunir um grupo de moças entusiasmadas e cheias de boa vontade. Essas se tornaram suas seguidoras e passaram a auxiliá-la nesse belo trabalho missionário.

Unindo-se à Comunidade de Santa Dorotéia

Com esse pequeno grupo de moças, Santa Paula teve a inspiração de fundar uma Comunidade Religiosa, à qual deu o nome de Filhas de Santa Fé. Mais tarde, o Conde de Passi, um sacerdote que vinha desenvolvendo as comunidades apostólicas de Santa Dorotéia na Itália, vendo a santidade, a seriedade e os frutos da Obra de Santa Paula, convidou-a para unir-se à missão que ele desenvolvia. Santa Paula aceitou o convite vendo nele a vontade de Deus e assumiu a obra e a denominação de Irmãs de Santa Dorotéia. Depois desse passo, as religiosas abriram vários colégios novos em Gênova e depois em Roma. Sempre tendo em vista ministrar a formação integral da pessoa humana às crianças, na certeza de que este é o caminho para um mundo melhor.

Crise e perseguições

No ano 1848, a Itália começou a viver um período de enorme convulsão social. O país passou por revolução e guerra civil. Depois, foi invadido pelo exército francês e, em seguida, a República Italiana foi proclamada. Os católicos passaram a ser grandes vítimas de toda essa instabilidade, pois surgiu uma Lei da Suspensão das Ordens e Congregações Religiosas. Isso atingiu em cheio as obras de Santa Paula Frassinetti. Seu instituto teve algumas casas fechadas e foi vítima de infâmias e calúnias. Santa Paula, porém, enfrentou esses enormes desafios com grande firmeza e fé, sem esmorecer.

Vitória da fé e da perseverança

O espírito de fé, de amor, de oração e perseverança de Santa Paula Frassinetti motivou suas irmãs e levou sua obra a crescer ainda mais, depois das perseguições. Não muito tempo depois, a força de sua obra missionária e evangelizadora entre as crianças foi reconhecida e difundida. Assim, novas casas foram fundadas na Itália. Logo, a força de seu trabalho expandiu-se para além da Itália e, depois, para além da Europa. Em 1866, sua obra chegou ao Brasil. Logo depois, chegou a Portugal. Daí em diante, o Instituto das Irmãs de Santa Dorotéia expandiu-se mais e mais de tal forma que, hoje, está presente em quase todos os continentes.

Legado para a humanidade

Santa Paula Frassinetti faleceu em Roma, no dia 11 de junho de 1882. Tinha 73 anos. Logo após sua morte começaram os relatos de graças e milagres alcançados por sua intercessão. Assim, no dia 8 de junho de 1930, ela foi beatificada pelo Papa Pio XI. E, em 11 de junho de 1984, foi canonizada pelo Papa João Paulo II. O texto das Constituições da Congregação das Imrãs de Santa Dorotéia afirma que Santa Paula Frassineti "permanece viva na Congregação pelo espírito mais fundo que a anima: procurar em tudo a maior glória de Deus pelo maior serviço aos homens". (Constituições, 1). Ela foi uma mulher vibrante e corajosa, que percebeu a necessidade à sua volta e colocou-se em ação, fazendo aquilo que estava ao seu alcance. E Deus abençoou seu amor concreto e sua coragem. Por isso, ela contagiou outras mulheres através sua fé em um mundo melhor, que pode e deve acontecer por intermédio da educação.

Corpo incorrupto

No dia 12 de março de 1903, as Irmãs foram transportar os restos de Paula Frassinetti, retirando-o do cemitério e levando-o para a Capela de Sant’Onófrio. Porém, encontraram o corpo da santa perfeitamente incorrupto e flexível. As autoridades não permitiram a transladação e mandaram colocá-lo novamente na sepultura. Depois disso, em 12 de fevereiro de 1906, o corpo foi novamente exumado e, novamente, comprovada sua incorruptibilidade. No dia 24, então, foi transportado solenemente do cemitério para a Casa Geral. Após um momento de oração, em meio a um grande silêncio, os caixões foram abertos. As irmãs, ao verem o corpo da Madre, tiveram uma só exclamação: “Nossa Madre! É mesmo ela!” Tiveram, ali, alguns minutos de contemplação e uma grande emoção apoderou-se de todos. No dia 5 de janeiro de 1907 seu corpo foi depositado na capela da Casa Geral das irmãs, em Roma. Até os dias de hoje o fenômeno dos corpos incorruptos foi observado somente entre santos da Igreja Católica. Trata-se de uma questão ainda não explicada pela ciência.

Oração a Santa Paula Frassinetti

“Ó Santa Paula, que com humildade e ardente fé, te abandonaste toda à vontade de Deus, sempre segura de sua bondade e das suas promessas, faze pela tua intercessão que ternamente confiando na misericórdia do Senhor, obtenha do seu Coração a graça que desejo.


Ó Santa Paula, que durante os dias de prova, nos sofrimentos do corpo e nas angústias da alma, sempre esperaste com firme confiança na infinita misericórdia de Deus, faze pela tua intercessão que, esperando filialmente da generosidade do Senhor o socorro nas minhas misérias, obtenha do seu coração a graça que desejo. 


Ó Santa Paula, que colocaste toda a tua alegria em amar o Senhor e a sua cruz, para saber socorrer com fraterno e materno coração a todas as misérias, faze pela tua intercessão que amando fervorosamente a Deus e o próximo por amor de Deus, obtenha do seu Coração a graça que tanto desejo.”

Veja alguns produtos de Santa Paula Frassinetti