Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Santa Isadora

Origens

Ela ficou conhecida como Santa Isadora, “a humilde” e também como “a tola”. Pouco se sabe sobre suas origens, infância e juventude. Sabe-se que ela foi uma monja egípcia, que viveu no Século IV. Santa Isadora é venerada tanto na Igreja Católica Romana quanto pela Igreja Ortodoxa Oriental, em 1º de maio, como também em 10 de maio.

A primeira “louca por Cristo”

Santa Isadora é considerada uma das primeiras santas “loucas por Cristo”, no sentido de ser capaz de cometer “loucuras” aos olhos meramente humanos, para estar mais perto do Senhor Jesus Cristo. No convento de Tabennisi, Egito, onde ela viveu vários anos, e há registros históricos de sua passagem por lá, conta-se que ela vivia com um trapo de pano velho amarrado sobre a cabeça e que, por isso, era tratada como fraca ou retardada mental. O que ninguém sabia é que ela tinha escolhido ser tratada com desprezo por todos, para mortificar seu ego e seu orgulho.

A verdade revelada por Deus

Certa vez, um eremita conhecido como São Pitirim teve a visão de um anjo. Este lhe deu a seguinte missão: "encontrar uma embarcação eleitos cheia da graça de Deus" ... "pela coroa que brilha acima de sua cabeça". E o santo partiu para cumprir a missão. Chegando no convento de Tabennisi, foi recebido pelas freiras que se encantaram pela missão do santo. Porém, ficaram tremendamente surpresas e arrependidas quando o santo revelou que a coroa da humildade brilhava sobre a freira Isadora, que era desprezada por todas.

Arrependimento

Depois dessa revelação, todas as freiras do convento foram se confessar com São Pitirim, arrependidas por terem tratado Santa Isadora com desprezo, insultos e até mesmo com espancamentos. Santa Isadora recebia todos esses insultos com humildade e fingindo-se de louca. Para ela, somente o Senhor Deus era digno de honras e reconhecimentos.

Fuga

Alguns dias depois aconteceu o inesperado: Santa Isadora simplesmente não suportou a honras e os infindáveis pedidos de desculpas por parte de todas as freiras do convento. Por isso, ela decidiu sair secretamente do convento. Em seguida, foi viver o restante de seus dias numa vida de oração e isolamento num eremitério que ficava no deserto. Não se sabe quanto tempo ela viveu depois que saiu do convento. Sabe-se que ela faleceu, no máximo, até o ano 365.

Legado

Santa Isadora deixou um legado para a humanidade: a humildade vivida até as últimas consequências, preferindo ser chamada de tola, de idiota, de louca, porém, sabendo em seu coração que sua vida estava nas mãos de Jesus Cristo, o único que merece o louvor, o reconhecimento, a honra e a glória.

Oração a Santa Isadora

“Ó Deus, que destes a Santa Isadora a graça da humildade tão profunda, dai também a nós a graça de reconhecermos nossa pequenez e que somente vós sois digno de receber a honra, a glória e o louvor. Que a humildade gere frutos de amor e de união entre nós, amém. Santa Isadora, rogai por nós.”

Veja alguns produtos de Outros Santos