Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Nossa Senhora Mãe da Divina Providência

Origem do título

O título de Nossa Senhora da Divina Providência já era invocado desde o século XII na Itália. O título está relacionado à intercessão de Nossa Senhora durante as Bodas de Caná, como lemos em João 2, 1-11. Na ocasião, a Virgem Maria viu a necessidade dos noivos, cuja festa de casamento ficou sem vinho, e pediu a Jesus que os ajudasse. Jesus, ouvindo o pedido de sua mãe, transformou a água em vinho, livrando os noivos de um vexame. Por isso, a Virgem Maria passou a ser invocada com o título de Mãe da Divina Providência.

Popularização

A popularização desta devoção está relacionada à Ordem dos Padres Barnabitas, fundada por Santo Antonio Maria Zaccaria no ano de 1530. Essa popularização começou com um afresco que foi quebrado.

A perda durante a demolição

Para se realizar a ampliação da Praça Colonna, em Roma, foi preciso empreender a demolição  de um mosteiro antigo construído no local, para construir, posteriormente, uma igreja dedicada a São Carlos. Durante a demolição foi quebrado um belo afresco da Virgem Maria Mãe da Divina providência, que estava encrustado numa das paredes do mosteiro, o que causou tristeza tanto para o arquiteto responsável pela obra, quanto para os religiosos.

O novo quadro

O arquiteto fez questão de indenizar os religiosos, doando outro quadro feito por Scipione Pulzone, representando a Virgem Maria segurando um menino em seus braços. O quadro era muito menor que o original, medindo apenas 54 X 42 cm. Inicialmente, foi colocado em capela dentro de uma casa. Sem um nome, era possível saber apenas que era mais um quadro que representava a Virgem Maria segurando o Menino Jesus. Sabe-se que o quadro é de Scipione Pulzone, pintor que viveu entre 1550 e 1598. Suas obras retratam a mentalidade da época, o Renascimento.

A construção

Apesar da falta de recursos para as obras, nada faltou durante todo o tempo de construção. De forma que a igreja foi terminada dentro do tempo previsto. Os monges atribuíram tal fato à intercessão de Nossa Senhora da Divina Providência, a quem eles rezaram durante todo o tempo das obras. Nossa Senhora “providenciou” todo o necessário.

O início da devoção

No século XVIII, foi colocada uma réplica do quadro em um local mais visível, agora com uma identificação, que dizia que o quadro representava Nossa Senhora da Divina Providência. Em pouco tempo, o corredor ficou pequeno para a multidão de peregrinos que ali rezavam. Os padres barnabitas resolveram, então, transformar o pequeno lugar em uma capela maior. Foi criado um grupo de devotos de Nossa Senhora da Divina Providência, chamado de Arquiconfraria. No ano de 1888, houve a coroação da imagem, o que oficializou a devoção à Nossa Senhora Mãe da Providência.

O significado de Providência Divina

O termo Providência está ligado diretamente às ações de Deus para com a humanidade. Significa que Deus nunca nos abandona e sempre cuida de nós, providenciando tudo o que é necessário para nossa vida, usando de meios que não conseguimos nem imaginar.

A Providência Divina na construção da igreja

Observando a história da devoção, vemos uma igreja demolida, uma obra de arte em péssimo estado de conservação substituída por um quadro menor, e os vários empecilhos para a construção da nova igreja. Porém, com a intercessão de Nossa Senhora da Divina Providência, nada faltou durante a construção. Estes fatos podem ser comparados à nossa vida, marcada por alegrias, mas também por dificuldades, que, com a Providência Divina, são superadas.

Oração a Nossa Senhora da Divina Providência

“Ó Maria, Mãe da Divina Providência, entrego-me inteiramente a vós. Orientai a minha vida e obtende-me a graça de cumprir fielmente a divina vontade. Alcançai-me o perdão dos meus pecados, e sede minha proteção e guia, todos os dias de minha vida. Amparai-me nas horas de luta e sofrimento. Ajudai-me, ó Maria, a conseguir a renovação interior do meu coração, para que nele eu possa acolher vosso divino filho, Jesus. Livrai-nos de todo mal e de tudo que possa ser obstáculo à eficácia de vossa proteção. Ó doce Mãe da Providência, lançai um olhar materno sobre mim;  e, se ofendi o Coração Sagrado de Jesus, cobri-me com o manto de vossa proteção e serei salvo. Vós sois a minha esperança neste mundo,  guiai com segurança os meus passos até a vida eterna. Amém.”

Veja alguns produtos de Outros Santos