Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Nossa Senhora do Bom Despacho

Significado do nome

O título “Bom Despacho” tem sua origem no mundo jurídico, onde “Despacho” significa decisão, encaminhamento, resolução dada por um juiz. Tal decisão, no mundo jurídico, pode ser boa ou ruim, dependendo do entendimento do juiz. Por isso, os católicos de Portugal começaram a venerar Nossa Senhora com o título de “Bom Despacho das Almas” (este era o título original da devoção. Tal título significa que, por sua intercessão, as almas dos falecidos conseguirão obter um “Bom Despacho” do supremo Juiz, que é seu Filho Jesus Cristo, encaminhando-as para o céu depois da morte. Assim, Nossa Senhora do Bom Despacho é uma devoção mariana que pede pelos fiéis falecidos. Sabendo que todos somos pecadores, pedimos a Nossa Senhora que obtenha para nós um “bom despacho” no momento de nosso julgamento.

Livrando-nos do mal

A devoção a Nossa Senhora do Bom Despacho também venera a Virgem Maria como libertadora do mal. Afinal, dar um “Bom Despacho” significa também livrar-nos de um “mal despacho”, que sempre vem das forças malignas, que querem nos fazer cair no pecado, na separação de Deus e na morte eterna.

A força dos símbolos

A devoção a Nossa Senhora do Bom Despacho se origina com o pedido de intercessão da Virgem do Bom Despacho pelas almas dos falecidos. Esse é o motivo pelo qual a imagem de Nossa Senhora do Bom Despacho é representada originalmente tendo Nossa Senhora segurando o menino Jesus com seu braço esquerdo. Jesus, por sua vez, segura um globo terrestre em suas mãos, simbolizando seu poder de julgamento sobre o mundo. Nossa Senhora segura em sua mão direita uma pena (ou caneta) simbolizando o ato de “assinar o despacho”. A caneta em sua mão direita simboliza o poder de intercessão que Deus deu a Nossa Senhora.

Outras representações

Tempos depois surgiram outros motivos para a veneração a Nossa Senhora do Bom Despacho além do significado original ("bom despacho das almas"). Esses novos motivos incluíam devoções relacionadas à fertilidade feminina, à proteção dos marinheiros, à produtividade agrícola e à saúde.

História da devoção

As principais devoções a Nossa Senhora do Bom Despacho se originam no começo do século XVII em Portugal. As primeiras festas em homenagem a Nossa Senhora do Bom Despacho, bem como as romarias em louvor a ela se originaram na cidade portuguesa de Cervães, no ano de 1644. Depois disso, no ano de 1670, a devoção a Nossa Senhora do Bom despacho surge também nas cidades portuguesas de Maia e de Gominhães, que, assim como Cervães, se situam no Norte de Portugal. Depois disso, a devoção à Virgem do Bom Despacho se estendeu também para as ilhas, chegando ao Campanário, na Ilha da Madeira no ano de 1672, até chegar, mais tarde, à Ilha de Santa Maria.

Oração a Nossa Senhora do Bom Despacho

“Gloriosa pura imaculada Conceição Maria do Bom Despacho, vós sois mais brilhante que as estrelas mais claras que a lua mais elevada no Céu. Sois nossa mãe nossa advogada perante o tribunal Divino e aqui nas nossas dificuldades sois a nossa protetora, a luz no caminho da verdade, da caridade. Do amor ao próximo.    

Nossa Senhora do Bom Despacho, com o coração cheio de amor, despachai todo mal para onde for os desígnios de Deus, para que não caiamos em pecado, vícios e perigos.

Dai aos nossos corações e as nossas mentes força, energia para seguir a nossa missão com a igreja, com serenidade ao Vosso Divino Filho e a Nossa Senhora e a vós mãe e aos nossos irmãos para sempre. Amém.”

Veja alguns produtos de Outros Santos