Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . Significado e Simbolismo . Basílica Nossa Senhora Aparecida

A basílica de Nossa Senhora Aparecida é a segunda maior Igreja dedicada a Nossa Senhora em todo o mundo. Ela consegue abrigar entre 45 e 70 mil fiéis. Ela foi consagrada como Basílica pelo Papa João Paulo II em 1980. Quatro anos depois, em 1984, a CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, declarou a Basílica como Santuário Nacional. A grandiosa basílica foi projetada por um arquiteto chamado Benedito Calixto Neto. O santuário nacional é hoje regido pelos Padres Redentoristas e recebe, por ano, cerca de oito milhões de fiéis. O formato da Basílica de Aparecida foi pensado para ser uma mensagem para todos os fiéis. Por isso ela é rica em símbolos. Vamos conhece-los.

Quatro naves que se juntam em cruz

Vista de cima, a Basílica de Aparecida é uma cruz com quatro lados de tamanho igual. E o significado disso é claro: a Cruz de Cristo se torna casa de todos os fiéis. É na Cruz de nosso Salvador que encontramos abrigo seguro, grande, espaçoso. Simbolicamente, com "lugar para todo o mundo." Este formato de cruz da basílica representa também todas as cruzes dos milhões de romeiros que passam por lá todos os anos. Representa, em última análise, o sofrimento do povo, que encontra abrigo e amparo na casa da Mãe e grande Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu numa cruz por cada um de nós.

A grande cúpula no centro da basílica

A grande cúpula no centro da Basílica de Aparecida tem 70 metros de altura e 78 metros de diâmetro. Tão alta e tão grande, ela simboliza o céu, para onde a Cruz nos leva. Dentro da Basílica tudo converge para o centro, para a cúpula, ou seja, para céu. O significado é claro e belo. Debaixo daquela cúpula todos nós nos sentimos pequenos. Olhando para o alto, pensamos ser quase impossível chegar até lá em cima e atingir o céu. Mas a Cruz, ou seja, as naves da Igreja nos levam para o alto da cúpula. Isto simboliza que a nossa fé e o nosso amor nos levam para o céu.

O altar no centro

O altar mor no centro da Basílica de Aparecida simboliza a terra, o mundo. É ali que Jesus Cristo é oferecida a cada dia em sacrifício na santa missa, renovando seu sacrifício da cruz. E é este sacrifício de Cristo que nos leva para o céu. Assim, os fiéis estão no chão, mas sabem que seu destino é o céu.

A torre da Basílica de Aparecida

A torre da Basílica de Aparecida é um espetáculo à parte. Ela tem dezoito andares e mede cem metros de altura. Seu simbolismo é claro: a torre é um monumento gigantesco que aponta para o céu. É no alto da torre que estão os sinos da Basílica. Os sinos simbolizam a voz de Deus que nos chama para a oração. Assim, a voz de Deus está colocada num local bem alto para que todos possam escutá-la. Que Deus nos dê a graça de obedecermos ao seu chamado quando ouvirmos o sino de uma Igreja tocando.

O nicho de Nossa Senhora Aparecida

O Santuário Nacional abriga também a imagem original de Nossa Senhora Aparecida, encontrada pelos pescadores em 1717, nas águas do Rio Paraíba. Ela fica protegida por um vidro a prova de balas, num corredor contíguo à nave central da Basílica. Por ali passam milhões de romeiros todos os anos. Eles depositam no olhar para a Mãe, toda sua esperança, fé e confiança.

Rosa de Ouro

A Basílica de Aparecida recebeu a Rosa de Ouro por duas vezes: em 1967, pelo Papa Paulo VI; e em 2007 pelo Papa bento XVI. A Rosa de Ouro é uma das mais nobres e antigas condecorações concedidas pelos Papas em homenagem a personalidades ou localidades que tenham se destacado na fé e na lealdade à Santa Sé. A rosa de Ouro representa o próprio Jesus Cristo, que agradece todas as manifestações de fé dos fiéis. Jesus, Com efeito, é chamado de o "Lírio do vale" e de "Flor do Campo", sendo o seu perfume o amor.

Veja alguns produtos de Outros Santos