Santos e ícones católicos

Você está em: Santos e Ícones . Oração, Terço de Santo . São José

A poderosa Oração e o Terço de São José

Ainda no primeiro século da era cristã foi encontrada uma oração dirigida a São José. Ao longo tempo, ela ganhou fama de que “nunca deixou de ser atendida”. No ano 1505o Papa Júlio II a enviou ao imperador Carlos, que liderava a defesa católica contra os otomanos na batalha de Lepanto. Toda a esquadra rezou e jejuou, bem como como rezou o rosário de Nossa Senhora e a batalha foi vencida. Um texto bastante antigo diz a respeito dessa oração:

“Aquele que ler esta oração com fé e devoção, ouvi-la ou guardá-la consigo com respeito e temor de Deus, nunca morrerá de morte súbita ou se afogará, nem será atingido por veneno ou cairá nas mãos do inimigo, nem será queimado em qualquer fogo ou rendido na batalha. Reze esta oração durante nove manhãs por qualquer intenção. Ela é conhecida por nunca ter falhado.”

Antes de rezá-la, procure um local tranquilo. Se possível, tenha imagem de São José e uma vela acesa em sua honra. Se possível, leia os Evangelhos da Infância, que falam sobre São José. Os trechos estão em: Mateus 1, 18 a 2, 32; Lucas 1, 26 a 2, 52. Vale a pena ler e meditar, com calma e oração, para conhecer a força e a humildade de São José.

A poderosa oração do primeiro Século dirigida a São José

“Ó São José, cuja proteção é tão grande, tão forte e tão imediata diante do trono de Deus, a vós confio todas as minhas intenções e desejos.

Ajudai-me, São José, com a vossa poderosa intercessão, a obter todas as bênçãos espirituais por intercessão do vosso Filho adotivo, Jesus Cristo Nosso Senhor, de modo que, ao confiar-me, aqui na terra, ao vosso poder celestial, Vos tribute o meu agradecimento e homenagem.

Ó São José, eu nunca me canso de contemplar-Vos com Jesus adormecido nos vossos braços. Não ouso aproximar-me enquanto Ele repousa junto do vosso coração. Abraçai-O em meu nome, beijai por mim o seu delicado rosto e pedi-Lhe que me devolva esse beijo quando eu exalar o meu último suspiro.

São José, padroeiro das almas que partem, rogai por mim! Amém”. 

Explicação da oração

Na primeira parte da oração, confiamos às mãos de São José todas as nossas intenções e desejos. Confiar a São José, é confiar ao Padroeiro da Igreja e das Famílias, aquele que foi escolhido por Deus para prover e proteger a Sagrada Família em todos os momentos. Foi Ele quem acolheu Maria, grávida de Jesus. Foi Ele quem deu nome e dignidade a Jesus. Foi ele quem guiou e protegeu a Sagrada Família na viagem para Belém e, depois, na fuga para o Egito. E, ainda, na volta para Nazaré, até à juventude de Jesus. Ele ajudou a formar a personalidade humana de Jesus, ensinou o menino Jesus a ler as Sagradas Escrituras, como todo pai judeu deveria fazer. Enfim, este santo homem, que pouco aparece na Bíblia, é um dos mais importantes na história da salvação. A ele podemos confiar nossas vidas sem receio e com muita confiança.

Na segunda parte da oração, pedimos objetivamente a intercessão de São José junto a Jesus. Nesse momento, você pode parar e fazer seus pedidos a São José.

A terceira parte é um momento de contemplação, ternura, carinho e amor. Pelo dom da nossa imaginação, “vemos” o menino Jesus adormecidonos braços de São José e pedimos que o santo abrace e beije o Menino Deus em nosso lugar. E acendemos a esperança de, um dia, no céu, beijarmos o rosto santo e forte de Jesus, agradecendo-lhe pela nossa salvação.

Por fim, a oração nos leva a pedir a São José que nos ajude no momento da nossa morte. Isso porque, desde os primórdios, São José e o Padroeiro da Boa Morte. Esse título lhe foi dado por causa de sua morte, acorrida na presença de Jesus e de Maria. Assim, que esta linda oração acompanhe nossa vida e nos ajude a chegar na Pátria celestial, para agradecermos pessoalmente a São José por sua poderosa intercessão.

O poderoso Terço de são José

O terço de São José é uma maneira de orar a este grande santo, pai adotivo de Jesus, Padroeiro da Igreja, das famílias e da Boa Morte.Para rezá-lo, usamos um terço comum, com cinco contas grandes, simbolizando os mistérios e cinquentas contas pequenas, como se fossem as Ave-Marias do terço comum. 

A oração é simples. Nas contas grandes, lembramos que o anjo do Senhor socorreu São José e o orientou, guiando seus passos de maneira segura. O mesmo nós pedimos a São José, que por sua intercessão, possamos também ser guiados de maneira segura para o céu e protegidos de todos perigos físicos e espirituais. Nas cotas pequenas, repetimos com fervor o pedido: “Valei-me, São José!” que significa um pedido de socorro confiante àquele que pode nos ouvir e interceder por nós diante de Deus. Veja como se reza o Terço de São José:

Sinal da Cruz
Pelo sinal da Santa Cruz, livrai-nos, Deus, Nosso Senhor, dos nossos inimigos. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Oferecimento do Terço de São José
Ofereço esse terço em louvor e glória de Jesus, Maria e José, para que sejam a minha luz, guia, proteção, defesa, amparo e fortaleza em todos os meus trabalhos, alegrias, agonias e tribulações. Pelo Nome de Jesus e pela glória de Maria, imploro de Vós, glorioso São José, que alcanceis a graça que desejo (pedir a graça). Advogai a minha causa, falai em meu favor, no céu e na terra, alegrai a minha alma, para honra e gloria de Jesus e Maria. Amém.

Orações das primeiras contas do Terço de São José
Creio
Pai Nosso 
3x Ave Maria 
Glória ao Pai

Em todas as contas grandes reza-se:
Meu glorioso São José, nas vossas maiores aflições e tribulações não vos valeu o anjo do Senhor? Valei-me, São José!

Em todas as dezenas reza-se:
Dez vezes: São José, valei-me!
Ao final: Glória ao Pai...

Para encerrar o Terço de São José pode-se rezar uma Salve Rainha, entregando nossas intenções também a Nossa Senhora, esposa santa de São José e intercessora por nós junto com ele.

O Terço de São José, como vimos, é uma forma de oração simples. É uma repetição que leva à serenidade, à tranquilidade, à paz interior. Leva-nos, também, ao contato com este grande santo da Igreja. São José é Mestre da humildade, da simplicidade. E este terço traduz essa bela característica de São José. 

Tal oração, simples e rápida, quando rezada sempre, acaba exercendo a função de um “elevador da alma” a Deus. É o tipo de oração que, depois que estamos acostumados a ela, rezamos quase que instintivamente, com um respiro da alma. Um respiro de clamor a quem pode interceder por nós; um respiro de oração interior; um respiro de humildade e temos de Deus; um respiro de contato com um grande santo.

Que São José nos ajude nessa caminhada de oração junto com ele, pedindo sua intercessão. Sua intercessão sempre nos guiará rumo a Jesus. Ele sempre nos levará até Jesus, que é o único Salvador, o Filho de Deus. Mas, lembremos que São José foi escolhido para ser o Pai Adotivo de Jesus neste mundo. São José, rogai por nós! Valei-nos, grande São José!

Veja alguns produtos de São José