Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . São Ruperto

Origens

Ruperto nasceu na Casa Real Merovíngia, como descendente nobre dos Rupertinos, condes que tinham domínio sobre a região da Áustria conhecida como do médio e do alto Reno, o famoso rio que passa pelos Alpes. Os Rupertinos tinham parentesco com os Carolíngios. O centro de atividades dessas famílias ficava em Worms, na atual Alemanha. Lá, Ruperto recebeu sua primeira formação de monges irlandeses. 

Pregador

No ano 700, depois de receber sólida formação dos monges, começou a se manifestar sua vocação de pregador. Por isso, ele foi para a Baviera, Também na Alemanha, com o intuito ardoroso de pregar o Evangelho. Lá, evangelizou e converteu o conde Téodo da Baviera. Este passou apoia-lo em seus objetivos missionários. Assim, com a ajuda do conde, que lhe ofereceu um terreno, Ruperto fundou uma igreja que foi dedicada a São Pedro. O povo acolheu e a missão começou a florescer.

Salzburgo

A Igreja de São Pedro ficava perto do lago Waller. Mas o local ainda não condizia com o objetivo de Ruperto. Por isso, o conde lhe deu outro terreno. Este ficava perto do rio Salzach, não longe de Juvanum, uma velha cidade romana. Nesse terreno São Ruperto construiu um mosteiro, o primeiro da Áustria. Para tal empreendimento, contou com o apoio de doze homens do local. Dois desses, seguindo o exemplo de São Ruperto, foram canonizados: Gislero e Cunialdo. O local se tornou a origem da famosa cidade de Salzburgo. Por isso, São Ruperto é aclamado como o fundador da cidade. Pouco tempo depois, ele foi aclamado o primeiro bispo da Áustria.

Uma obra para as mulheres

Percebendo que muitas mulheres apresentavam vocação para a vida religiosa, São Ruperto fundou também um mosteiro feminino, que foi construído ao lado do primeiro. Sabiamente, ele entregou a direção da obra feminina à abadessa Erentrudes, que era sua sobrinha e mulher que buscava a santidade.

Cidade do sal

O significado de Salzburgo é “cidade do sal”. Por isso, São Ruperto é sempre representado artisticamente segurando um saleiro na mão. Isso mostra sua profunda ligação com a origem e crescimento da cidade.

Morte

São Ruperto foi o responsável pela cristianização de toda a Baviera e também de toda a Áustria. 

Faleceu num domingo de Páscoa, em 27 de março de 718. Teve a graça de falecer logo após celebrar a missa. Estava no mosteiro de Juvavum. Antes disso, porém, pressentiu a morte próxima. Por isso, fez suas últimas recomendações e pedidos de oração a sua sobrinha, a abadessa Erentrudes. Suas relíquias foram sepultadas na lindíssima catedral de Salzburgo, que foi erguida no século XVII.

Oração a São Ruperto

“Senhor, por intercessão de São Ruperto, queremos hoje vos rogar pelas vocações religiosas; para que os jovens vocacionados encontrem apoio em suas famílias e na sociedade para o desenvolvimento da Igreja. Rogamos também por todo o clero, para que, na santidade, governem com sabedoria o Seu povo. Amém. São Ruperto, rogai por nós.”

Veja alguns produtos de Outros Santos