Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . São Macário

Origens

Pouco se sabe sobre a infância e a juventude deste que foi um dos bispos mais importantes da cidade de Jerusalém, numa época muito difícil para a Igreja. Seu nome significa Iluminado e feliz. De fato, em sua trajetória como bispo ele fez jus ao significado de seu nome, deixando um legado importantíssimo para os cristãos de todo o mundo e de todos os tempos: recuperou a Basílica do Santo Sepulcro da mão dos romanos. Estes tinham feito do santo templo o “capitólio romano” na cidade santa.

Porque Jerusalém é importante para os cristãos?

A cidade de Jerusalém tem importância histórica para todos os cristãos porque foi lá que Nosso Senhor Jesus Cristo foi condenado, crucificado, morto e ressuscitou. Foi lá que o Senhor venceu a morte e deu-nos a vida.

Domínio, destruição e abominação romana

Acontece que a cidade de Jerusalém era dominada pelos romanos desde dois séculos antes de Cristo. No ano 70 d. C. ela sofreu uma grande destruição por parte do exército romano. Depois, no ano 135 d. C. ela sofreu a pior destruição, também por parte dos romanos. Era o tempo do imperador Adriano. Após uma revolta de judeus, o exército romano deixou a cidade em ruínas. Jerusalém perdeu até o nome, passando a ser chamada de Aelia Capitolina, porque os romanos construíram lá o seu Capitólio (centro político e administrativo) no exato lugar onde Jesus tinha sido sepultado e era venerado pelos cristãos.

A humilhação se transforma em triunfo

A última perseguição contra os cristãos tinha sido ordenada pelo imperador Galerio. Aconteceu entre 305 a 311. Em 311, o próprio Galerio ordenou que cessasse tal perseguição. Os imperadores Constantino (que se converteu à fé cristã) e Licínio sucederam Galerio e concederam total liberdade aos cristãos. Estes foram autorizados a praticarem a fé, a celebrarem livremente seu culto e a construírem igrejas. Constantino, inclusive, fez do cristianismo a religião oficial do império.

Recuperação gloriosa da Basílica da Ressurreição

Tratava-se da "paz constantiniana". E aconteceu justamente quando São Macário liderava a Igreja de Jerusalém como bispo. Assim, o santo bispo conseguiu a autorização direta do imperador para demolir o Capitólio romano de Jerusalém. Tal demolição foi feita cuidadosamente. Quando chegou ao fim, viu-se novamente o Calvário e o Santo Sepulcro do Senhor. Um documento da época diz: "quando a superfície original do solo apareceu, em seguida, contra todas as expectativas, o sagrado monumento da ressurreição de nosso Salvador foi descoberto" E exatamente sobre esse local, seria erguida bem mais tarde a grandiosa Basílica do Santo Sepulcro ou da Ressurreição. Desde então, o templo permanece de pé até os dias de hoje.

Combatendo a heresia ariana

Nesse mesmo período surgiu uma grave ruptura no mundo cristão: a doutrina criada por Ário, que negava a divindade de Cristo e, por conseguinte, a Santíssima Trindade. Nesse momento conturbado, São Macário, já bispo de Jerusalém, ergueu sua voz de pastor e protestou fortemente contra doutrina ariana. Em maio do ano 325, no Concílio de Nicea, cidade próxima a Constantinopla, ele foi um dos grandes defensores da Doutrina Cristã e ajudou a confirmar genuína doutrina ensinada por Jesus Cristo. 

Um dos autores do Credo Niceno-Constantinopolitano

Os registros históricos atestam que o bispo São Macário foi um dos autores do Credo Niceno-Constantinopolitano, que até hoje professamos em algumas celebrações da Santa Missa. Ao rezá-lo, repetimos afirmando nossa fé pura e cristalina: "Creio em um só Deus, Pai Onipotente" e "em um só Senhor, Jesus Cristo... Deus verdadeiro de Deus Verdadeiro".

Morte

O bispo São Macário faleceu no dia 10 de março de 335, na sua querida cidade de Jerusalém, sendo sua morte de causas naturais. Pouco tempo depois, os fiéis começaram a celebrar seu culto, sabedores da santidade de vida e do serviço incalculável que ele prestou à Igreja devolvendo-nos o Santo Sepulcro e ajudando-nos a professar a fé cristã sem divisões nem desvios doutrinais.

Oração a São Macário

“Ó Deus, que destes a São Macário o dom a responsabilidade de cuidar do vosso rebanho e de guarda-lo de todos os perigos físicos, morais e espirituais, dai-nos, por sua intercessão, a graça de perseverarmos na verdadeira fé católica que professamos no Credo, para que o Vosso Filho seja sempre glorificado por nossas palavras e nossos atos. Pelo mesmo cristo, nosso Senhor, amém. São Macário, rogai por nós.”

Veja alguns produtos de Outros Santos