Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . São Gregório João Barbarigo

Origens 

Gregório João Barbarigo nasceu na bela cidade de Veneza, em 16 de setembro de 1625. Era filho de uma família rica e nobre da Itália. Tendo apenas quatro anos, sua mãe faleceu. Por isso, foi educado pelo pai. Este, muito cristão, educou os filhos na fé cristã e na sabedoria de vida.

Jovem promissor

O pai de Gregório desempenhou tão bem sua missão de educador e formador que, tendo apenas dezoito anos, Gregório já exercia a profissão de secretário do embaixador de Veneza. Cargo que exerceu com eficiência e desenvoltura.

Vocação

No ano de 1648, Gregório teve que acompanhar o embaixador numa viagem à Alemanha, onde iriam tratar das negociações sobre o Tratado de Vestefália. Tal tratado se referia à Guerra dos Trinta Anos. Nessa ocasião, Gregório ficou conhecendo Dom Fábio Chigi, que era o núncio apostólico. Dom Fábio ajudou-o a discernir a vocação sacerdotal e orientou-o dali para a frente nos estudos e na ordenação sacerdotal.

Cardeal

Aconteceu que Dom Fábio, seu amigo e orientador espiritual foi eleito Papa e assumiu o nome de Alexandre VII. O Papa nomeou, então, O Padre Gregório Barbarigo como cônego da cidade de Pádua. Depois, em 1655, nomeou-o prelado da Casa pontifícia. Dois anos depois, o mesmo Papa consagrou-o bispo da diocese de Bérgamo. Por fim, no ano 1660, ele foi nomeado Cardeal. 

Imprensa poliglota

O Papa Alexandre VII sabia exatamente o que estava fazendo. Com efeito, as atividades evangelizadoras de São Gregório Barbarigo já tinham deixado marcas profundas na sua época. Enquanto estava no Seminário de Pádua, ele contratou notáveis professores, vindos não apenas da Itália, como também de vários outros países. Com isso, ele capacitou o seminário para o ensino das línguas do Oriente. Depois, fundou o que chamava de “imprensa poliglota”. E esta, foi uma das melhores que já houve na Itália. 

Fundador

Mesmo sendo Cardeal São Gregório Barbarigo nunca deixou de desenvolver seu trabalho pastoral. Fundou escolas para o povo juntamente com instituições dedicadas ao ensino da religião e à orientação dos pais e dos educadores. Quando uma peste assolou a Itália, ele se dedicou ao máximo em favor de todos os doentes e trabalhou para que o cuidado e a ajuda aos doentes atingisse mais de treze mil pessoas. 

Pacificador e fundador

São Gregório Barbarigo ainda fundou vários seminários. estes, ele instituiu sob as regras criadas por São Carlos Borromeu. E não para por aí. Ele fundou também a Congregação dos Oblatos dos Santos Prosdócimo e Antônio. Além de tudo isso, exerceu a nobre função de pacificador. Interviu pessoalmente em graves disputas políticas, fazendo com que as divergências ficassem apenas no campo das ideias, evitando guerras e contendas. 

Morte

Depois de realizar tão grande obra reformista na Igreja, São Gregório Barbarigo faleceu na cidade de Pádua, em 18 de junho de 1697. Sua canonização foi celebrada por um Papa que era seu conterrâneo: João XXIII, no ano 1960.

Oração a São Gregório João Barbarigo

“São Gregório Barbarigo, fundador de escolas e instituições de caridade, que tivestes a graça de nascer em uma família cristã e bem estruturada, nós vos louvamos por vossa vida de santidade e pedimos vossa intercessão: olhai por nossos estudantes e professores, pelos responsáveis por nossa nação e por todas as nações do mundo, para que se voltem a Deus e somente assim cumpram os Mandamentos, as Leis de Deus e assim esta terra se tornará um novo céu. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.”

Veja alguns produtos de Outros Santos