Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . São Basílio Magno

Origens – Uma família de Santos

Basílio nasceu na Cesaréia da Turquia, região da antiga Capadócia, em 329. A santidade estava no DNA deste grande homem. Com efeito, seu avô teve morte de mártir durante a perseguição romana, pois preferiu morrer a negar Jesus Cristo. Sua avó também foi santa, conhecida como Santa Macrina. Sua mãe passou a ser reverenciada pela Igreja como Santa Amélia. A irmã, também chamada Macrina, tornou-se religiosa e, posteriormente, santa. Seus dois irmãos também trilharam o caminho da santidade: São Pedro, que foi bispo de Sebaste e São Gregório, da cidade de Nissa. Inclusive seu melhor amigo, também celebrado no dia de hoje, tornou-se santo: São Gregório Nazianzeno.

Formação

Basílio estudou nas cidades de Atenas e Constantinopla. Mais tarde, sua irmã Macrina encaminhou-o para a vida religiosa. Nesse tempo, ela havia comandado a fundação de um mosteiro no qual as irmãs cresciam bastante na santidade e isso influenciou Basílio. Ele decidiu, então, ir para o Egito. Seu objetivo era aprender com os monges os segredos da vida no deserto e na solidão. Quando voltou, decidiu consagrar-se monge. Posteriormente escreveu as famosas "Constituições". Este documento tornou-se a primeira Regra de vida espiritual escrita para os religiosos. Os mais importantes fundadores de comunidades religiosas basearam-se neste livro para escrever os regulamentos de suas respectivas fundações.

Bispo de Cesaréia enfrenta o império

Mais tarde, São Basílio foi eleito e sagrado bispo da cidade de Cesaréia, na Judéia. Nessa época o governador romano tentou fazê-lo renegar a Fé. Basílio, porém, resistiu e guardou sua fidelidade a Jesus. Mesmo com saúde frágil, São Basílio enfrentou o governador através de um discurso tão inspirado e forte, que o líder romano desistiu de prendê-lo. O governador, ao contrário, percebeu sua sabedoria e santidade e compreendeu porque São Basílio era venerado por todo o povo.

Magno

Por causa do maravilhoso dom da palavra, de seus escritos admiráveis e de suas grandiosas e inúmeras obras de caridade em favor do povo, São Basílio recebeu o apelido de “Magno", que significa “grande”. Era amado e admirado pelo povo cristão, pelos judeus e pelos pagãos. Além de sua eloquência maravilhosa e arrebatadora, São Basílio exercia uma grande atividade em favor dos pobres, marginalizados e necessitados. Tudo o que ganhava, era doado a eles. São Basílio Magno foi o primeiro bispo a criar um hospital totalmente dedicado aos carentes. Depois disso, ainda criou orfanatos e asilos para idosos.

Escritor inspirado

Além de seu lado caridoso, São Basílio Magno era um conhecedor profundo da teologia, da literatura, da filosofia e da Bíblia. Seus sermões são repletos de sábias e importantes. Seus são agradáveis, claros, profundos e convincentes. Eles suas obras destacam-se quase quatrocentas cartas de grande beleza literária. Essas cartas são, de fato, de grande proveito para a vida espiritual.

Amor e trabalho

A grande regra de vida de São Basílio Magno era amar a Deus, ajudar ao próximo e levar os outros a ajudarem os pobres e os necessitados. Trabalhava muito e escrevia tanto quanto conseguia, apesar da saúde frágil. Sofria de hepatite. Por isso, tinha várias restrições  alimentares. Comia tão pouco que seus ossos ficaram visíveis. Mas, enquanto viveu, dedicou-se a Deus e ao próximo.

Morte

São Basílio Magno faleceu no dia 1º de janeiro do ano 379. Tinha, então, apenas quarenta e nove anos. Foi velado por multidões e sepultado no dia seguinte, 2 de janeiro, dia de sua festa. Seu cortejo fúnebre foi acompanhado por uma multidão como jamais se tinha visto na região. Seu grande amigo São Gregório Nazianzeno, também celebrado nesta mesma data, disse no dia do sepultamento: "Basílio santo, nasceu entre os santos. Basílio pobre viveu pobre entre os pobres. Basílio, filho de mártires, sofreu como um mártir. Basílio pregou sempre; com seus lábios e com seus exemplos, e seguirá pregando sempre com seus escritos admiráveis".

Oração a São Basílio Magno

“Deus, nosso Pai, enriquecestes a Igreja e deste-nos em São Basílio um exemplo de que a vossa Palavra é vida e luz para nossos corações. Que ela frutifique também em nós obras agradáveis aos vossos olhos; o serviço sincero e gratuito aos necessitados. Por sua intercessão, sejamos dignos da vocação a que fomos chamados, e tudo façamos para que o vosso Reino de justiça se dilate no meio dos homens. E, assim, os que virem nossas boas obras possam louvar e confessar o vosso santo Nome. Permaneçamos sempre abertos ao Espírito para cumprir a vossa vontade agora e sempre. Amém! São Basílio Magno, rogai por nós.”

Veja alguns produtos de Outros Santos