Carrinho

Teleatendimento: 0800-0021124 / (11) 3075-6850

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Santo Tomas de Cori

Santos e ícones Católicos

História de Santo Tomas de Cori

Origem

Francisco Antonio Placidi, foi batizado ao nascer, em 4 de junho de 1655, na cidade de Cori, Itália. Ficou órfão com 14 anos de idade, tornando-se o responsável da família. Com 22 anos, depois que as duas irmãs se casaram, Francisco entrou para a Ordem dos Frades Menores Franciscanos, no convento de Orvieto, em 1677. Foi quando ele mudou seu nome para Frei Tomás.

Vida religiosa

Em 1682 Frei Tomás foi ordenado sacerdote. Ele era o pregador oficial da sua diocese, em Subiaco, onde realizou seu apostolado. Também era considerado um excelente diretor espiritual, professor de santidade e um confessor incansável. Muitas vezes começava a atender confissões pela manhã e só terminava à noite.

Bom Pastor

Frei Tomás de Cori era visto como o Bom Pastor. Guia competente e amoroso, sabia conduzir os irmãos que o procuravam. No convento vivia o espírito de caridade, sempre disponível para qualquer tarefa, até as mais humildes, atendendo preferencialmente os enfermos acamados. Por 40 anos conviveu com uma ferida na perna, sem se queixar e sem deixar que esse problema o impedisse de exercer seus trabalhos pastorais.

Franciscano e carismático

Como discípulo de São Francisco de Assis, Tomás de Cori era obediente a Cristo. Encarnou, na sua vida, a virtude evangélica da pobreza e sua entrega a Deus e ao próximo. Agraciado pelo Espírito Santo com vários dons, como o da cura, do conselho, de graças e prodígios, recebeu muitas vezes a visita do Menino Jesus, da Virgem Maria e de São Francisco de Assis durante a Santa Missa.

Retiros

Frei Tomás de Cori criou os “Retiros” da Ordem Franciscana, seguindo as ideias do Beato Boaventura de Barcelona, em Civetela e Palombara Sabina, na Itália. As regras mais rígidas para a oração e para a vida religiosa foram estendidas para todos os “Retiros” da Ordem, em 1756, e são mantidas até hoje, integralmente. Suas regras serviram de base também para os “retiros” de muitas outras Ordens religiosas.

Morte

Frei Tomás de Cori morreu em 11 de janeiro de 1729, beatificado em 1786 e canonizado em 1999 pelo Papa João Paulo II.

Oração a Santo Tomás de Cori

“Pai Santo, bendito sejas pela vida de São Tomás Cori, exemplo de fé, perseverança, amor e caridade. Neste mundo ferido pelo pecado, pedimos a intercessão de São Tomás para que suas graças cheguem até nós e encontrem um coração aberto, tanto para receber quanto para levar aos irmãos que estão longes do caminho, da verdade e da vida verdadeira, em Cristo Jesus. Amém.”

Veja alguns produtos de Outros Santos