Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Santo Adriano

Origem

Adriano nasceu em 635, no norte da África. Foi batizado e recebeu o nome de Hadrian. Quando tinha 5 anos de idade, sua família precisou imigrar, fugindo da invasão árabe. Eles se estabeleceram em Nápolis, na Itália. Adriano estudou no convento dos beneditinos, de Nerida. Lá ele foi consagrado sacerdote.

Vida consagrada

Adriano estudou a Sagrada Escritura, latim e grego. Tornou-se professor de teologia e ciências humanas. Seu conhecimento e competência chegou ao Papa Vitalino, que prontamente o convocou para ser um de seus conselheiros.

Humildade

Com a morte do bispo da Cantuária, na Inglaterra, o Papa convida Adriano para sucedê-lo, mas ele alega não estar preparado para o cargo. O papa, então, pede para ele indicar alguém. Adriano indica seu amigo, o monge beneditino e teólogo grego, Teodoro de Tarso, que diz aceitar o cargo se Adriano lhe ajudar na evangelização. Adriano aceita. O papa consagra Teodoro, bispo da Cantuária, e nomeia Adriano como seu conselheiro e assistente, em 668.

Provação

Durante a viagem para a Inglaterra, Adriano é detido na França, suspeito de estar em missão secreta para o imperador Constantino II. Ele nega, mas só é solto um ano depois, quando os franceses atestam sua integridade sacerdotal.

Evangelização

Adriano e Teodoro evangelizaram eficientemente os ingleses, de maioria pagã. O bispo Teodoro nomeia Adriano abade do convento beneditino de São Pedro, chamado depois de Santo Agostinho, na Cantuária. Esta escola torna-se um grande centro de formação de padres.

Adriano viveu na Inglaterra por 39 anos, dedicados a servir a Igreja. Os ingleses o viam como um pastor sábio e piedoso, como um missionário, um instrumento de Deus. Muitos se converteram por causa de seu exemplo de vida evangélica.

Morte

Santo Adriano morreu em 9 de janeiro de 710, na Inglaterra, e foi enterrado no cemitério do convento. Em 1091, encontraram seu corpo incorrupto e o trasladaram para uma cripta da igreja do convento. Ele foi canonizado pela Igreja, que o festeja no dia de sua morte.

Oração

“Deus, Pai de amor, Vós que fizestes de vosso filho Adriano mensageiro da Boa Nova, faça, também de nós, anunciadores do Evangelho, sob a intercessão de Santo Adriano, para que todos conheçam a verdade e se afastem do pecado. Que sejamos firmes nas provações e permaneçamos fieis ao nosso batismo. Amém.”

Veja alguns produtos de Outros Santos