Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Santa Fortunata

Santa Fortunata

Conhecida também como Santa Maria Fortunata de Cesaréia, virgem, convertida ao cristianismo e martirizada pela perseguição romana.

Origens

Fortunata era de família nobre que vivia na cidade de Cesaréia Marítima, na Palestina, por volta do ano 302. Pelo seu nome e os nomes de seus irmãos, Evaristo, Carponius e Prisciano, nomes latinos, deduz-se ela era de origem romana. A cidade de Cesaréia, com efeito, era a sede do governo romano na Palestina. Sendo de família nobre, Fortunata, certamente, pertencia à nobreza romana instalada em Israel.

Vivendo num mundo inóspito

Era o tempo do imperador Diocleciano, grande perseguidor dos cristãos. Judeus da Palestina e romanos em todo o império perseguiam aqueles que abraçavam a fé em Jesus Cristo. E foi neste ambiente hostil que Fortunata e seus irmãos converteram-se a Jesus. Fortunata ainda não tinha se casado, por isso é chamada de Virgem e Mártir. Cesaréia era uma cidade importante e sofrida para os cristãos, pois, foi na fortaleza desta cidade, onde o governador morava, que São Paulo ficou preso, aguardando seu envio para Roma, para lá ser julgado.

Perseguição

No tempo do imperador Diocleciano, os cristãos eram vistos como traidores e idólatras, pois recusavam-se a adorar o imperador e negavam que ele fosse um deus. E os romanos convertidos eram mais perseguidos ainda, pois tornavam-se causa de muitas conversões entre os não romanos. Por isso, quando Fortunata e seus irmãos foram descobertos na prática cristã, foram duramente perseguidos pelas autoridades locais.

Torturas e martírio

Como Fortunata e seus irmãos não obedeceram às ordens de abandonarem a prática cristã, foram presos. O governador romano local deu-lhes a chance de renunciarem a Jesus e afirmarem a divindade do imperador. Como eles se recusaram, foram submetidos às mais terríveis torturas conhecidas. Santa Fortunata foi presa a uma roda de madeira com pás de ferro que dilaceravam seu corpo, começando pelo tórax, causando dores horríveis. Fizeram isso à vista dos irmãos da santa, na esperança de que eles renunciassem a Cristo. Fortunata, porém, manteve-se firme e forte na fé. Por isso, os irmãos também permaneceram firmes. Por isso, todos foram mortos, dando suas vidas por causa de Jesus Cristo. Na Igreja, todos os mártires são considerados santos. E, por causa do testemunho deles, vários romanos e judeus de Cesaréia e região se converteram à fé cristã.

Relíquias

Os restos mortais e relíquias de Santa Fortunata foram levados para a cidade de Nápolis, na Itália, no Século VIII. Em Nápoles, Santa Fortunata é muito venerada, principalmente no dia de sua festa, 14 de outubro. Muitas graças foram alcançadas pelos fiéis da região quando pediram a intercessão de santa Fortunata.

Autenticidade

Estudiosos atestaram que a Ata do Martírio referente a Santa Fortunata é autêntica. Estas atas eram escritas pelos soldados romanos, valorizando-se os sofrimentos do martírio, com o fim de desencorajarem as conversões ao cristianismo. Mais tarde, porém, elas se tornaram documentos históricos preciosos para os cristãos.

Oração a Santa Fortunata

“Ó Deus, que concedestes a Santa Fortunata e seus irmãos a graça permanecerem firmes na fé mesmo diante dos mais terríveis sofrimentos e até o martírio, concede-nos também a graça da perseverança na fé e da firmeza de coração em meio às dificuldades da vida, para que possamos dar um testemunho vivo de amor cristão. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, amém. Santa Fortunata, rogai por nós.”

Veja alguns produtos de Outros Santos