Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . Significado e Simbolismo . Santa Rita de Cássia

Santa dos casos impossíveis e desesperadosSanta Rita de Cássia nasceu em Roccaporena, na Itália, em 1381, e morreu em Cássia, em 1457. Era filha única. Foi obrigada a se casar e viveu casada por 18 anos. Teve dois filhos. O marido, violento e pecador, converteu-se após 18 anos de oração de santa Rita, mas morreu assassinado por causa de desavenças passadas. Como os filhos queriam vingar a morte do pai, Rita pediu que Deus os levasse também, para que não cometessem pecado mortal. Deus a atendeu e tirou-lhe os filhos. Depois, ela tornou-se monja agostiniana. Foi beatificada em 1627 e canonizada em 1900.Santa Rita de Cássia é representada com o hábito da congregação, com um estigma na testa, segurando o crucifixo e uma coroa de espinhos. Vamos compreender os símbolos.

O Crucifixo de Santa Rita

Na imagem de Santa Rira, o crucifixo representa sua 'paixão' por Jesus. Ela meditava horas e horas a paixão de Cristo, o desprezo e os insultos que Ele sofreu no caminho do calvário carregando a cruz. Ela desejava ardentemente participar, ainda que levemente, das dores de Cristo crucificado. Ela ofereceu os 18 anos de convivência com o marido violento pela conversão dele e para participar dos sofrimentos de Cristo. Com 18 anos de casada e humilhada, a morte do marido depois de convertido e a morte dos dois filhos, Santa Rita carregou também a sua cruz com fé e grande amor.

A coroa de espinhos de Santa Rita

A coroa de espinhos na imagem de Santa Rita ilustra uma das suas práticas. Uma das orações que ela fazia era a contemplação da Cruz de Cristo e seus sofrimentos, para a salvação da humanidade. Tamanha era a sua paixão, que um dia ela pediu que Jesus lhe permitisse sentir um pouco de suas dores. Então ela recebeu um dos estigmas da coroa de Cristo em sua testa.

O estigma de Santa Rita

O estigma na testa de Santa Rita representa o sofrimento partilhado com Jesus. Num profundo momento de oração, um espinho desprendeu-se da coroa de Jesus e perfurou sua testa. O estigma durou 15 anos, até sua morte. Abriu-se, então, uma ferida em sua testa, causando dores terríveis, como as que Jesus sentiu em sua crucificação. Santa Rita tinha que ficar isolada, longe das irmãs, devido ao cheiro causado pela ferida. Certa ocasião, durante uma visita que a irmã Rita fez a Roma, a chaga desapareceu completamente. Porém, ao voltar para o mosteiro, a ferida abriu-se novamente.

As rosas de Santa Rita

As rosas na imagem de Santa Rita simbolizam uma roseira que ela plantou no convento. Algumas imagens da santa estão ornadas com muitas rosas. Em 1417, Irmã Rita havia plantado uma roseira no jardim do convento. Durante um período em que ela esteve doente, as irmãs levaram algumas rosas a ela. O interessante, porém, é que as rosas haviam brotado milagrosamente, pois era inverno. Essa roseira continua dando rosas em todo inverno até os dias de hoje. As rosas simbolizam também a intercessão de santa Rita pela conversão dos pecadores e a bondade de seu coração.

O hábito de Santa Rita

O hábito na imagem de Santa Rita representa sua vida religiosa. O véu preto representa seus votos perpétuos de pobreza, castidade e obediência. A parte branca representa sua pureza de coração. O hábito de Santa Rita revela um milagre. Depois que ela ficou viúva e o Senhor levou seus dois filhos, a pedido dela, Santa Rita entrou para o convento das Irmãs Agostinianas de maneira milagrosa. As freiras, não queriam aceita-la, pois era viúva e o marido tinha sido assassinado. Numa noite, porém, apareceram-lhe São Nicolau, São João Batista e São Francisco. Rita entrou em êxtase e, mesmo com as portas do convento fechadas, os santos a colocaram dentro do convento. As irmãs reconheceram a vontade de Deus e a aceitaram. Ela viveu por mais quarenta anos e foi uma religiosa santa, de vida exemplar. Por toda a sua história, ela é a santa dos casos impossíveis e desesperados.

Oração a Santa Rita de Cássia

'Ó Poderosa e Gloriosa Santa Rita de Cássia, eis, a vossos pés, uma alma desamparada que, necessitando de auxilio, a vós recorre com a doce esperança de ser atendida por vós que tem o título de Santa dos casos impossíveis e desesperados. Ó cara Santa, interessai-vos pela minha causa, intercedei junto a Deus para que me conceda a graça, de que tanto necessito, (fazer o pedido). Não permitais que tenha de me afastar de vossos pés sem ser atendido. Se houver em mim algum obstáculo que impeça de alcançar a graça que imploro, auxiliai-me para que o afaste. Envolvei o meu pedido em vossos preciosos méritos e apresentai-o a vosso celeste esposo, Jesus, em união com a vossa prece. Ó Santa Rita, eu ponho em vós toda a minha confiança. Por vosso intermédio, espero tranquilamente a graça que vos peço. Santa Rita, advogada dos impossíveis, rogai por nós.'

Veja alguns produtos de Santa Rita de Cássia