Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . Significado e Simbolismo . Santa Elisabeth

Santa Elisabeth também é chamada de Santa Elisabeth da Hungria por ter nascido na cidade de Bratislava, capital da atual Eslováquia, na fronteira com a Hungria, em 1207. Filha do Rei Andre II, perdeu a mãe aos seis anos. Casou-se com o rei Ludovico IV, com quem viveu um grande amor e teve três filhos, dentre eles, Santa Gertrudes. Com a morte do marido, Elisabeth foi duramente perseguida pela família dele porque ajudava os pobres e vestia-se com simplicidade. Por isso, teve que renunciar à sua herança. Acolhida num convento, dedicou-se mais ainda aos pobres e aos doentes, pregando a eles o Evangelho e consolando os corações sofridos. Quando a justiça real devolveu a ela a herança que lhe pertencia, ela construiu um hospital para os pobres e dedicou-se inteiramente a eles. Muitos se converteram por causa de seu testemunho de amor e caridade para com os pobres. Por causa de seu contato com os doentes, contraiu uma doença grave e faleceu com apenas 24 anos. A imagem de Santa Elisabeth conta muito de sua história. Vamos conhecê-la.

A coroa e a cruz de Santa Elisabeth

A coroa de Santa Elisabeth simboliza sua origem nobre e sua posição como rainha de Turinga, atual Alemanha. A cruz sobre a coroa simboliza a Santidade da rainha. Santa Elisabeth, apesar de ser filha de um rei e esposa de outro, colocou a Cruz de Cristo e o amor evangélico acima de sua nobreza. Sempre foi humilde e caridosa, conquistando, assim, o coração de seu povo.

O véu branco de Santa Elisabeth

O véu branco de Santa Elisabeth simboliza sua pureza de coração. Rainha, nobre, poderosa, ela nunca usou de sua posição em benefício próprio. Pelo contrário, sempre pensou no próximo, nos pobres e nos doentes. Seu coração era livre de segundas intenções, por isso, era puro.

O manto vermelho de Santa Elisabeth

O manto vermelho de Santa Elisabeth simboliza toda a dor que ela viveu por causa da morte do marido e da perseguição que a sogra e os cunhados moveram contra ela. A perseguição chegou a tal ponto que ela teve que renunciar a sua legítima herança e ser jogada na rua. Ela, porém, acolheu todos os sofrimentos com abertura de coração, sabendo que de todo mal, Deus tira um bem maior. E assim aconteceu em sua vida. Ela recebeu de volta sua herança e construiu um grande hospital para os pobres e desvalidos.

As rosas de Santa Elisabeth

As rosas de Santa Elisabeth simbolizam um episódio de sua vida e também toda sua caridade cristã. O episódio foi num momento de perseguição por parte da família de seu marido. Sua sogra e seus cunhados tinham envenenado seu marido, o rei, dizendo que Elisabeth ajudava os pobres escondida dele e se expunha em lugares perigosos. O rei, então, pediu que ela não fizesse mais isso. Porém, num inverno rigoroso, ela encontrou uma família muito necessitada no campo e decidiu ajudá-la levando pães para todos, pois a situação era de fome e miséria e a caridade não permitia esperar. No meio do caminho, levando muitos pães em seu manto, seu marido e os cunhados a encontram. O marido pergunta o que ela levava no manto. Percebendo a situação e o cinismo dos cunhados, ela diz que eram flores. O rei estranhou, pois era inverno e não havia flores em lugar nenhum. Por isso, mandou ela mostrar. Quando ela abriu o manto, este estava repleto de rosas. Todos ficaram espantados e perceberam a santidade de Elisabeth. Depois, ela contou a verdade ao marido e este, comovido, deu uma grande ajuda à família necessitada. Ele entendeu que as rosas simbolizavam a caridade de Santa Elisabeth. Desse momento em diante, ele não deu mais ouvidos às intrigas que seus irmãos e sua mãe faziam contra Elisabeth e o casamento dos dois foi feliz até que a morte os separou.

A mão direita no peito de Santa Elisabeth

A mão direita no peito de Santa Elisabeth simboliza sua compaixão e seu amor para com os pobres, os doentes e os necessitados. Simboliza também o dom de cura que Deus concedeu a ela. De fato, quando ela ainda era viva, vários doentes ficaram curados graças à sua oração. E, após sua morte, as curas continuaram a acontecer por sua intercessão. E ela amava os pobres por causa de Jesus Cristo e por causa do testemunho de São Francisco de Assis, seu contemporâneo, porque quem ela nutria grande devoção. Por causa de seu amor para com os pobres e os doentes, muito se converteram a Jesus.

Oração a Santa Elizabeth

“Santa Elizabeth, tu que em sua vida neste mundo descobriste que sua missão era cuidar dos enfermos e rezar pela sua cura e conversão de coração, atendei à minha súplica. (fazer o pedido). Do meio da minha enfermidade, clamo a ti e peço que tu intercedas por mim diante de Deus. Tu, que tiveste imensa compaixão dos doentes, tenha compaixão de mim também e ajudai-me em minha enfermidade. Dai-me forças no sofrimento e aceitação da Santa Vontade de Deus. Santa Elizabeth, rogai por nós. Amém.”

Veja alguns produtos de Santa Elisabeth