Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . São Sotero

Origens

Sabe-se que São Sotero nasceu em Fondi, na região da Campânia, na Itália e que o nome de seu pai era Concórdio. O que mais se sabe sobre ele refere-se ao período em que ele foi Papa, entre 166 e 175. Ele foi o responsável pela eliminação de uma heresia perniciosa, que faria muito mal à Igreja se não fosse extirpada.

Pontificado abençoado

São Sotero Sucedeu o Papa Aniceto, que faleceu em 165. Sob seu governo, a Igreja expandiu-se bastante. Ele mesmo teve a graça de ministrar o sacramento da ordem a vários bispos, padres e diáconos. Isto significa grande expansão da Igreja. Além disso, estabeleceu disciplina para a participação das mulheres na vida da Igreja, coisa que até então, não tinha. Documentos atestam que sua vida e seu pontificado foram exemplares.

Papa em tempos difíceis

Por outro lado, o pontificado de São Sotero aconteceu num tempo muito difícil para a Igreja. De um lado, havia a perseguição contra os cristãos por parte do império romano. De outro, a Igreja sofria com heresias que poderiam desviar gravemente a Igreja da Doutrina de Jesus Cristo. Contra o império romano, ele nada poderia fazer. Mas contra as heresias, foi um corajoso combatente. Por causa de sua intervenção, a Igreja ficou livre de grandes desvios.

A heresia de Montano

Uma das grandes ameaças doutrinais que a Igreja sofreu foi uma heresia criada pela corrente de pensamento de um líder cristão chamado Montano. Ele defendia que os cristãos deveriam viver sob costumes austeros e extremamente rígidos. Essa doutrina era baseada no medo e no pessimismo, enfatizando a ideia de que o fim do mundo estava chegando. Por isso, os seguidores de Montano eram obrigados a viver numa redoma irreal. Tinham que renunciar ao matrimônio, buscar a penitência a todo momento, porque, segundo ele, a Igreja não teria poderes para perdoar pecados. Essa falsa doutrina contrariava frontalmente o ensinamento de Jesus, que delegou à Igreja o poder de perdoar os pecados. Cristãos importantes como Tertuliano e Novaciano defendiam o montanismo, como ficou conhecida a heresia. Mas o Papa Sotero foi firme e, durante seu pontificado a heresia foi condenada oficialmente pela Igreja.

Fidelidade ao Evangelho

Uma das grandes marcas de São Sotero foi sua fidelidade ao Evangelho, procurando sempre a interpretação correta dos ensinamentos de Jesus. Por isso ele foi contra o montanismo. Jesus Cristo ensinou que todo pecado pode ser perdoado, desde que o pecador se arrependa. Além disso, Cristo delegou à Igreja o poder de perdoar os pecados. Quando o montanhismo foi condenado, o clima de pessimismo e rigor que atormentava os cristãos foi dissipado. O amor, a misericórdia, o perdão, a esperança e a alegria voltaram ao coração dos cristãos. A Igreja confirmou sua missão de conforto e salvação, e não de condenação.

Caridade São Sotero destacou-se também pela caridade para com os que mais precisavam. Fazia isso pessoalmente, visitando os doentes, socorrendo os pobres. E o fazia também como líder da Igreja, pedindo esmolas às dioceses economicamente fortes e delegando a distribuição das mesmas entre as necessitadas. São Sotero procurava um retorno às primeiras comunidades cristãs, que “tinham tudo em comum”.

Defensor dos fiéis perseguidos

São Sotero defendeu os cristãos perseguidos pelo império romano com força e coragem. Um registro desta sua defesa ficou conservado numa carta que ele enviou aos cristãos de Corinto. Suas palavras confortaram e encorajaram os cristãos na fé, a ponto de, depois e lê-la, muitos enfrentarem corajosamente a morte por causa de Cristo. E, muito provavelmente, por causa dessa defesa e encorajamento dos cristãos, São Sotero foi preso pelas forças do imperador Marco Aurélio. Obrigado a renegar a fé em Jesus Cristo, ele não renegou. Preferiu a morte. Assim, foi decapitado no dia 22 de abril do ano 175.

Oração a São Sotero

Ó Deus, que destes a São Sotero o espírito de fidelidade à Doutrina de Jesus Cristo, além de uma ardente caridade para com todos e a coragem de enfrentar a morte por causa de ti, dai também a nós essas virtudes, para que possamos testemunhar o vosso infinito amor pela humanidade onde quer que estejamos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo, amém. São Sotero, rogai por nós.”

Veja alguns produtos de Outros Santos