Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . São Leão I, o Magno Papa

Origens

O nascimento de Leão I ocorreu por volta do ano 400, perto da cidade de Roma, na região da Toscana. Cristão vigoroso e firme, foi ordenado sacerdote ainda bem jovem. Por causa de seu carisma e força espiritual, teve uma carreira eclesiástica bastante sólida, sendo sempre brilhante em tudo.

Carreira brilhante

No ano 430, Leão I  foi nomeado arcediácono. Em seguida, passou a ser conselheiro dos papas Celestino I e Xisto III. Seu nome passou a ser muito respeitado. Tanto que, após a morte de Xisto III, ele foi o eleito para ocupar a liderança da Igreja. Assumiu o título de Leão I. Era agosto do ano 440.

Papado

O pontificado de Leão I durou 21 anos. Ele governou a Igreja num tempo agitado e muito difícil. Combateu heresias importantes como o eutiquianismo e o donatismo. Com sua força moral, espiritual e diplomática, convenceu Átila, o rei dos Hunos, a não invadir Roma. Átila teria ficado bastante impressionado pela grande força moral de São Leão I.

Esclarecendo a Doutrina sobre Jesus Cristo

Leão I atuou decisivamente no IV Concílio de Calcedônia. Quinhentos bispos participavam e havia discordâncias sobre as naturezas divina e humana na pessoa de Jesus. Leão I acabou com as discussões escrevendo o texto definitivo sobre o tema, afirmando que na unidade da Pessoa de Jesus Cristo residem as duas naturezas: divina e humana. Os bispos, esclarecidos pela sabedoria do Papa, aclamaram a definição e complementaram: “Esta a fé dos Apóstolos! Foi Pedro que falou pela boca de Leão!”

Vencendo os Vândalos

Tempos depois, São Leão I teve atuação decisiva na contenção dos vândalos, que invadiram Roma, chefiados pelo temível Genserico. Esses povos bárbaros só não incendiaram Roma e não causaram uma terrível mortandade graças à sábia e inspirada atuação do grande Papa Leão I.

Morte

São Leão I morreu em 10 de novembro de 461 e logo começou a ser venerado como santo. Foi enterrado na Basílica de São Pedro, em Roma. Em 1754, o papa Bento XIV proclamou São Leão I doutor da Igreja. Ele foi o primeiro dos papas que recebeu o título de "Magno".

Oração composta por São Leão I

Recomeçar Sempre!

“Não desista nunca: Nem quando o cansaço se fizer sentir, Nem quando os teus pés tropeçarem, Nem quando os teus olhos arderem, Nem quando os teus esforços forem ignorados, Nem quando a desilusão te abater, Nem quando o erro te desencorajar, Nem quando a traição te ferir, Nem quando o sucesso te abandonar, Nem quando a ingratidão te desconsertar, Nem quando a incompreensão te rodear, Nem quando a fadiga te prostrar, Nem quando tudo tenha o aspecto do nada, Nem quando o peso do pecado te esmagar.

Invoque sempre a Deus, cerre os punhos, sorria… E recomece!”

Veja alguns produtos de Outros Santos