Carrinho

Teleatendimento: 0800-300-5555 / (11) 3075-6850

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Santo Arcádio

Santos e ícones Católicos

História de Santo Arcádio

 Origens

Arcádio viveu na segunda metade do século III, quando os cristãos sofriam uma terrível perseguição. Eles tinham as casas arrombadas, seus bens eram confiscados, as famílias sofriam humilhações e as pessoas eram levadas ao tribunal, que as condenavam à morte, devido à sua Fé. Ele tentou fugir daquela insanidade para poder fazer suas orações e contemplações espirituais em paz. Para isso, refugiou-se num lugar deserto.

Heroísmo

Mas, como ele era bastante conhecido, o povo notou sua ausência e as autoridades logo saíram à sua procura. Para forçá-lo a se entregar, prenderam um parente que não revelou onde ele estava. Ao saber o que estava acontecendo, entregou-se para libertar seu parente.

Vivendo entre os pagãos

Na cidade de Cesárea da Mauritânia, na África, os cristãos eram obrigados a participar dos cultos pagãos para não serem executados. Eles deveriam levar os animais que seriam sacrificados pelas ruas das cidades, acender incenso e participar de festas, orgias e toda sorte de extravagâncias públicas. Todo tipo de ameaça foi feito contra Arcádio para que ele abandonasse a fé em Jesus Cristo, mas não adiantaram. O juiz, então, irado, condenou-o à morte, mas ela deveria ser aplicada de forma cruel e bem lentamente.

Tortura e morte

As torturas duraram horas, mas em todos os momentos São Arcádio reafirmava sua fé, encorajando outros cristãos a fazerem como ele. Suas articulações foram sendo dolorosamente cortadas, mas ainda assim ele fez seu último discurso, em que disse: “Pouco vale serdes testemunhas de um espetáculo tão pouco comum. Facilmente o suporta aquele que acredita na imortalidade futura. Abandonai os vossos deuses que em nada vos podem auxiliar. Reconhecei a meu Deus, que me fortalece. Morrer por ele é viver; sofrer por ele é gozar. A sua caridade não tem fim; sua honra cada vez mais aumenta. Meu sofrimento faz com que eu viva eternamente com ele sem jamais dele me separar”. Em seguida, veio a falecer.

Conversões

Segundo a tradição, os pagãos admiravam tanto a sua coragem, que muitos se converteram ao cristianismo, e, mesmo os que não o fizeram, passaram a respeitar sua memória, celebrada no dia 12 de janeiro.

Oração a Santo Arcádio

“Deus Pai, de amor e de bondade, Vós que fortalecestes a fé de Santo Arcádio nos momentos mais duros de sua vida, conforta-me e aumenta a minha fé nesse momento difícil pelo qual estou passando. Não me deixe vacilar, mas me ajude a enfrentar as dificuldades na certeza de que o melhor vai acontecer, para honra e glória do Vosso Santo Nome. Amém.

Veja alguns produtos de Outros Santos