Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Santo Antônio Aparecido

Santo Antônio parecido é o mesmo Santo Antônio de Pádua, também conhecido como Santo Antônio de Lisboa. É o famoso “Santo Casamenteiro”. Porém, com o vocativo “Aparecido”, é padroeiro somente da cidade de Campo Maior, no Estado do Piauí, Brasil.

Origens

A Imagem de Santo Antônio foi levada para a cidade de Campo Maior por devotos portugueses há muitos anos, provavelmente quando da fundação da cidade, em 1762. Como se sabe, os portugueses são bastante devotos de Santo Antônio porque o santo nasceu em Lisboa.

A lenda de Santo Antônio “Aparecido”

O nome Santo Antônio “Aparecido”, usado somente em Campo Maior, PI, se deve a uma lenda muito antiga na cidade. Contam que a imagem desapareceu da casa onde se encontrava e apareceu sobre uma árvore no centro do pequeno vilarejo. Uma pessoa a encontrou na árvore e, sabendo a quem pertencia, levou-a para o dono. A imagem, porém, desapareceu novamente e voltou a aparecer na mesma árvore. Então, compreenderam que Santo Antônio poderia estar querendo transmitir uma mensagem. Por isso, no local desta árvore, foi construída uma igrejinha. A igreja passou por várias adaptações para poder abrigar um número cada vez maior de fiéis. Hoje, ela é bem grande e se tornou a Catedral de Santo Antônio em Campo Maior, PI.

A festa de Santo Antônio Aparecido

A festa de Santo Antônio Aparecido em Campo Maior, PI, é considerada a maior festa religiosa do Estado do Piauí, pois reúne milhares de pessoas. Hoje, a festa atrai turistas de várias partes do Estado e até de outros Estados vizinhos. Nos dias da festa, a praça da Catedral fica pequena, abrigando mais de vinte mil fiéis em todos os dias da festa. Além das celebrações religiosas, como a Trezena de Santo Antônio, missas e terços rezados na Catedral, a festa conta com inúmeras barracas e shows para todo o povo.

A procissão de Santo Antônio Aparecido

No primeiro dia da festa de Santo Antônio Aparecido, acontece a procissão, que relembra o “aparecimento” da imagem de Santo Antônio. A imagem sai de um local simbólico, sendo levada num belo andor pelo povo. A procissão atravessa várias ruas da cidade e chega até à praça da catedral. Ali são feitas orações e pedidos a Santo Antônio.

A bandeira e o mastro de Santo Antônio Aparecido

Junto com a procissão, o povo leva também uma bandeira de Santo Antônio e um grande mastro, com mais de 20 metros, onde a bandeira do santo será hasteada e ficará durante toda a festa. Antes que a bandeira seja hasteada, as moças a tocam e pedem a Santo Antônio a graça de um bom casamento. Depois, numa cerimônia festiva que conta com a participação de grande multidão, a bandeira é hasteada no grande mastro. Em seguida, há uma bela queima de fogos, a bênção do bispo e a festa começa, para durar alguns dias.

Responsório de Santo Antônio “Se milagres desejais, Recorrei a Santo Antônio; Vereis fugir o demônio E as tentações infernais. Recupera-se o perdido, Rompe-se a dura prisão E no auge do furacão Cede o mar embravecido. Todos os males humanos Se moderam, se retiram, Digam-no aqueles que o viram, E digam-no os paduanos. Repete-se: - Recupera-se o perdido... Pela sua intercessão Foge a peste, o erro, a morte, O fraco torna-se forte E torna-se o enfermo são. Repete-se: - Recupera-se o perdido... Glória ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo Repete-se: - Recupera-se o perdido... V: Rogai por nós, bem-aventurado Antônio. R: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.”  

Veja alguns produtos de Outros Santos