Carrinho

Teleatendimento: (11) 4800-3800

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Milagres Eucarísticos

Santos e ícones Católicos

História de Milagres Eucarísticos

Milagres Eucarísticos - O que é um Milagre?

A palavra MILAGRE significa "ato sobrenatural oposto às leis da Natureza, portanto, maravilha, prodígio. Sua origem etimológica é a palavra latina miraculum, -i, maravilha, coisa extraordinária, milagre" ('milagre', in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2023, https://dicionario.priberam.org/milagre). No universo religioso, em geral, a palavra se refere a todas as vezes em que há uma interferência direta da divindade ou de forças sobrenaturais em uma determinada circunstância. Nos registros históricos de diversas religiões são encontradas manifestações que recebem o nome de "milagre", podendo variar desde curas de doenças, resolução de situações impossíveis para as leis da natureza e da física, até acontecimentos pavorosos, como os relatos das antigas teofanias bíblicas. Teofania é uma palavra de origem grega que quer dizer manifestação de Deus e é geralmente aplicada a acontecimentos fabulosos, como, por exemplo, a abertura do mar vermelho e a transfiguração de Cristo, dentre outros.

O que é considerado um Milagre, para a Igreja?

Desde os tempos de Jesus Cristo, temos poucos relatos de milagres associados à natureza, ou de acontecimentos que poderiam ser enquadrados no conceito de teofania que apresentamos acima. Recebem mais destaque os milagres que são relativos a objetos mais comuns da vida do ser humano, como a sua saúde, por exemplo. Os critérios para que um fato seja considerado um milagre são diversos e bastante exigentes. No caso de uma cura, por exemplo, desde o ano de 1734, foram adotados critérios como: a gravidade da doença, que deve ser uma doença física; o diagnóstico preciso; uma cura repentina, instantânea e inesperada, além de duradoura, ou seja, sem voltas ao estado anterior; e não pode haver um tratamento que tenha ajudado no processo. Toda vez que se fala em milagre, a Igreja abre um processo rigoroso para averiguar, composto de vários fatores, como a presença de muitos médicos e cientistas peritos no assunto. Os Milagres Eucarísticos também receberam e recebem este mesmo tratamento.

Lanciano: o primeiro Milagre Eucarístico da história

Um Milagre Eucarístico é, portanto, um milagre relativo ao Sacramento da Eucaristia, nos parâmetros do termo "milagre" que foram mencionados acima, com todas as suas exigências verificadas e cumpridas A Igreja Católica reserva o termo para as manifestações que acontecem diretamente relacionadas ao Santíssimo Sacramento, como o Milagre de Lanciano, por exemplo. Conta-se que um monge do século VIII estava celebrando a Eucaristia, numa cidade italiana chamada Lanciano. Ocorria que este sacerdote era atormentado por dúvidas muito insistentes em seu coração, a respeito da presença real de Jesus Cristo na Eucaristia. Quando terminou de pronunciar as palavras da consagração, para sua surpresa e para a surpresa dos fiéis que assistiam à Missa, o pão se transformou visivelmente em um pedaço de carne, e o vinho, no cálice, em sangue. Aquelas relíquias foram conservadas e se encontram até hoje expostas em um santuário construído para esta finalidade, e o milagre foi submetido a todas as análises científicas possíveis, por duas ocasiões, sendo a primeira em 1971 e a última em 1981. Os resultados foram os seguintes: constatou-se que a carne era carne humana, do miocárdio - músculo do coração; que o sangue era verdadeiramente sangue humano, de tipo "AB", que é muito comum entre os judeus e do mesmo tipo do sangue encontrado no Santo Sudário; a carne e o sangue são conservados, sem uso de conservantes ou tecnologias de resfriamento, e nunca apodrecem.

Milagres Eucarísticos pelo mundo

Alguns milagres parecidos com o de Lanciano aconteceram em diversas partes do mundo. As Edições Paulinas de Roma, em 1983, na revista "Jesus", trazem uma espécie de "mapa dos Milagres Eucarísticos", através de uma compilação de resenhas feitas pelo escritor Antonio Gentili. Já mencionamos, no artigo sobre a festa de Corpus Christi, o milagre eucarístico de Bolsena, acontecido no século XIII. Apenas para aguçar a curiosidade e o interesse de nossos leitores e leitoras, citamos aqui uma pequena lista de cidades onde ocorreu um Milagre parecido ao que contamos acima, na intenção de contribuir com vosso conhecimento: Ferrara, em 1171; Offida, em 1273; Cássia, terra de Santa Rita de Cássia, em 1330;Turim, em 1453;Santarém - Portugal, em 1247. Enfim, como a lista é bastante grande, deixamos em suas mãos os primeiros passos para percorrê-la!

Milagres Eucarísticos no Brasil

Apesar de Roma não ter se pronunciado a respeito do assunto, conta-se que na cidade de Sousa, sertão da Paraíba, em 1824, durante uma Missa que acontecia para celebrar a data da Encarnação do Verbo, 25 de março, aconteceu um Milagre Eucarístico. Tendo um sujeito recebido a comunhão, tirou da boca a Hóstia Consagrada e se retirou da Igreja, escondendo-se no matagal. Ao ser procurado e não ser encontrado, a tristeza e desespero dos fiéis foi geral. Alguns dias depois, foi encontrada a Hóstia em perfeito estado, pairando no ar, com algumas ovelhas ao seu redor, "montando guarda", como se expressa o autor do livro que traz o relato (ALMEIDA, Padre Dagmar Nobre de. Um milagre. Sousa: s. ed., 1990). Outro tipo de Milagre Eucarístico Existem também alguns relatos de santos e santas que viviam apenas da Eucaristia, ou seja, não se alimentavam de absolutamente nada mais. Todos esses relatos são impressionantes, exatamente como se espera que um milagre seja. Mas talvez o que cause mais impacto é o da Serva de Deus Marthe Robin, nascida a 13 de março de 1902, na cidade de Châteauneuf-de-Galaure, França, e falecida em 6 de fevereiro de 1981, tendo sobrevivido por cinquenta anos se alimentando apenas da Eucaristia, uma vez por semana!

Veja alguns produtos de Outros Santos