Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . São Norberto

Origens

Norberto nasceu em Xauten, Alemanha, perto do ano 1080. Era o caçula de uma família rica e nobre. Quando jovem, teve a opção de escolher a carreira militar ou a religiosa. Escolheu a religiosa, porque, na sua região, naquela época, ser religioso era símbolo de uma vida de luxos e prazeres. Algo muito distante daquilo que Jesus ensinou. Norberto frequentava as altas rodas, usando roupas riquíssimas, sempre “na moda”. Dedicava-se a grandes caçadas e à doce vida da corte real. Tudo estava “bem” para ele. Até que um dia...

Atingido por um raio

Norberto cavalgava tranquilo em um bosque quando, de repente, foi atingido por um raio. Ele desmaiou com o choque e o cavalo em que vinha, morreu. Não se sabe quanto tempo ele ficou ali, desmaiado. Sabe-se que esta experiência foi um marco divisório em sua vida. Em poucos momentos, sua vida egoísta e vazia passou como um filme em sua mente e ele compreendeu que, se continuasse como estava, não salvaria sua alma. Quando acordou do desmaio, uma voz lhe disse para deixar a vida mundana e procurar o amor verdadeiro, a virtude e o Evangelho.

Conversão

Norberto enxergou o erro em que vivia, reconheceu e se arrependeu. Abandonou o luxo e os prazeres da falsa vida religiosa praticada pelos nobres e assumiu a pobreza evangélica. Passou a vestir roupas pobres, a andar descalço e, principalmente, começou a buscar a Deus na oração, no jejum, no controle de si mesmo, no dizer não às paixões. Quanto terminou o “ciclo da solidão fértil”, percorreu a França, Bélgica e Alemanha pregando o Evangelho. Depois, foi fazer os estudos teológicos no Mosteiro de Siegburgo. Ao terminar, foi ordenado sacerdote.  

Luta pelo verdadeiro cristianismo 

Depois de ordenado padre, São Norberto passou a lutar pela “conversão do clero e dos nobres”. Ele propôs reformas nos costumes da Igreja buscando eliminar os privilégios que os nobres tinham na prática de um cristianismo de fachada. A princípio, foi duramente contestado pelo clero e pelos nobres. Porém, sua luta chegou ao conhecimento do Papa, que o apoiou. Daí em diante, sua luta começou a ser vitoriosa.

Fundador

Quando São Norberto viu as reformas que propôs implantadas e aceitas, tendo a Igreja renovada pela simplicidade do Evangelho, ele, mais uma vez, retirou-se para aquela “solidão fecunda”, mergulhado na oração e no contato com Deus. Deste recolhimento nasceu em seu coração o impulso de fundar uma ordem religiosa. E ele obedeceu, fundando a Ordem dos Cônegos Regulares Premonstratenses. A Ordem ficou conhecida como a Ordem "dos Monges Brancos", por causa da cor do hábito que escolheram para usar. O grande diferencial da Ordem era levar os padres a viverem uma vida missionária, disciplinada e contemplativa. Para a época, isto era uma revolução. Uma vez estabelecida a Ordem, caminhando por seus próprios pés, São Norberto à vida de pregador itinerante e mendicante.

Bispo

No ano 1126, São Norberto foi retirado da vida itinerante para, em obediência, assumir o cargo de arcebispo de Magdeburgo. Nesta missão, lutou contra um perigoso cisma que ameaçava dividir a Igreja. Respeitado, foi escolhido para ser conselheiro do rei alemão Lotário III. Depois, tornou-se chanceler junto

Veja alguns produtos de Outros Santos