Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Nossa Senhora das Rosas

Os vários significados atribuídos às rosas

Desde os séculos que sucederam a morte de Jesus, os cristãos atribuíam um significado místico às rosas. As catacumbas de São Calisto, que foram achadas em Roma no século III, indicam o antigo costume dos cristãos de desenhar rosas para representar o paraíso. No entanto, São Cipriano de Cartago usava a rosa para simbolizar o martírio. A partir do século V, a rosa se tornou símbolo da Virgem Maria, fato que pode ser constatado ao olharmos as representações de Maria mais antigas do oriente, que representam Nossa Senhora com o Menino Jesus em seus braços e uma rosa em sua mão, ou na moldura do quadro. As representações mais famosas foram pintadas no período medieval por Schongauer, Tiziano, Cantarini e outros artistas. Com o título de 'Madona da Rosa' ou 'Madona das Rosas', foram desenhadas principalmente para ilustrar os magníficos Santuários da época e hoje fazem parte de acervos de inúmeros museus.

O início da devoção a Nossa Senhora das Rosas

A devoção a Nossa Senhora das Rosas teve início no século XV e está relacionada a dois milagres que ocorreram entre os dias 03 e 04 de janeiro de 1417, na região italiana da Brescia. Na ocasião, dois comerciantes forasteiros viajavam rumo à cidade de Bérgano, quando se perderam no bosque de Albano e não encontravam a estrada, que estava coberta pela neve. Não faziam ideia de que já estavam a apenas oito quilômetros da cidade. Com medo de serem roubados, imploraram ajuda a Jesus invocando confiantemente Nossa Senhora, e prometeram erguer uma capela em homenagem a ela assim que eles se salvassem. No mesmo instante, um feixe de luz desceu dos Céus e os conduziu até a cidade. Sabendo que o que ocorreu foi um milagre e ainda rezando, viram Nossa Senhora sentada em um trono de nuvens com rosas ao seu redor e o Menino Jesus sentado nos seus com rosas nas mãos.

As capelas de Nossa Senhora das Rosas

No dia seguinte, foram até o Bispo de Bérgamo e disseram sobre o milagre que receberam, a aparição de Nossa Senhora e a promessa que fizeram de construir uma igreja em honra a Maria. Assim, com a doação que os comerciantes fizeram, foi construída no Monte de Bérgamo, atual Monte Róseo, a igreja de Nossa Senhora das Rosas, que teve sua inauguração em maio de 1418. Além disso, os forasteiros também adquiriram um terreno no bosque onde ocorreu o milagre com eles e ergueram mais uma capela dedicada à Nossa Senhora das Rosas.

O milagre do fim da cólera

Na capela de Nossa Senhora das Rosas, no ano de 1855, os habitantes de Albano rezaram implorando a intercessão da Virgem das Rosas para acabar com a cólera, que assolava a população. Após o fim da epidemia foi erguido o Santuário de Nossa Senhora das Rosas de Albano. No ano de 1877, o dia 04 de janeiro foi decretado pelo Vaticano como a data da celebração oficial do culto a Nossa Senhora das Rosas. Além disso, em 1920, houve a coroação canônica da Virgem das Rosas.

Oração a Nossa Senhora das Rosas

“Ó doce Mãe de Deus, que quisestes apresentar-vos entre as mais lindas rosas, simbolizando a beleza e o perfume do paraíso, dignai-vos conceder a nós, que a vós recorremos cheios de fé, a graça de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para que cheguemos, ao término de nossa vida, ao desfecho glorioso no céu, junto de Deus, de vós, dos santos e dos anjos, amém. Nossa Senhora das Rosas, rogai por nós.”

 

Veja alguns produtos de Outros Santos