Devoção a Santos

Você está em: Santos e Ícones . Devoção a Santos . Nossa Senhora Nazaré

A devoção a Nossa Senhora de Nazaré 

A devoção a Nossa Senhora de Nazaré nasceu a partir de uma antiga tradição cristã que remonta ao primeiro século da era cristã. A tradição narra que o próprio São José, num momento de inspiração, esculpiu em madeira uma imagem de Maria, quando viviam em Nazaré. Por isso o nome “Nossa Senhora de Nazaré”. Além disso, Nazaré é a terra Natal da Virgem Maria, ao contrário de São José, cuja terra natal é Belém.

As andanças da imagem de Nossa Senhora de Nazaré

Séculos mais tarde, a escultura foi transportada para o mosteiro de Cauliniana, na Espanha. Depois, no ano 711, a imagem foi levada para Portugal. Quando os mouros invadiram a Península Ibérica, o rei Rodrigo fugiu acompanhado de Frei Romano, levando a imagem de Nossa Senhora de Nazaré.

Imagem escondida

Antes de falecer, Frei Romano decidiu esconder a imagem de Nossa Senhora de Nazaré numa gruta. A imagem permaneceu escondida por mais de 400 anos. Ela foi descoberta miraculosamente no ano 1182, por alguns pastores que passavam pela região. O povo e os clérigos admiraram a simplicidade, a beleza e a diferença dessa imagem diante dos padrões conhecidos na época. Por isso, Nossa Senhora de Nazaré voltou a ser venerada em Portugal.

Nossa Senhora de Nazaré salva um cavaleiro miraculosamente

Um cavaleiro chamado Diego Fuas Roupinho, perseguia um animal de caça. Era um dia de muita neblina. O animal caiu num precipício por causa da neblina. O cavaleiro, por sua vez, não imaginava que corria para a morte certa. Antes caísse, porém, vinha pedindo proteção à Senhora de Nazaré. Então, de repente, o cavalo parou, aparentemente sem motivo. Porém, a neblina sumiu e o nobre cavaleiro viu que Nossa Senhora de Nazaré interviu fazendo seu cavalo parar antes do abismo, salvando sua vida.

A devoção se espalha

O nobre Diego Roupinho divulgou aos quatro ventos a proteção que recebeu de Nossa Senhora de Nazaré. Por isso, a vila onde o fato ocorreu ficou sendo chamada Vila de Nossa Senhora de Nazaré. Lá, Diego Roupinho construiu uma capelinha em honra à Virgem de Nazaré. A capelinha foi transformada mais tarde numa grande Igreja. Mais tarde, Jesuítas se encarregaram de propagar a devoção em Portugal e, posteriormente, em toda a Europa.

O Círio de Nazaré em Belém do Pará, Brasil

A devoção a Nossa Senhora de Nazaré foi levada para Belém, no Estado do Pará, pelos Jesuítas há mais de dois séculos. O tempo passou e esta se tornou a maior festa mariana do mundo. Ela vem sendo celebrada desde 1793. Hoje, mais de 2 milhões de fiéis participam todos os anos, sendo celebrada no segundo domingo de outubro. Uma imensa procissão na qual todos levam velas nas mãos leva imagem de Nossa Senhora de Nazaré até à catedral, num percurso de 5 quilômetros.

Oração a Nossa Senhora de Nazaré

“Ó Virgem Imaculada de Nazaré, fostes na terra criatura tão humilde, a ponto de dizer ao Anjo Gabriel: Eis aqui a escrava do Senhor. Mas por Deus fostes exaltada, e preferida entre todas as mulheres, para exercer a sublime missão de Mãe do Verbo Encarnado. Adoro e louvo a Altíssimo que vos elevou a essa excelsa dignidade e vos preservou da culpa original. Quanto a mim, soberbo e carregado de pecados, sinto-me confundido e envergonhado perante vos. Entretanto, confiando na bondade e ternura de vosso Coração Imaculado e maternal, peço-vos a força de imitar a vossa humildade, e participar da vossa caridade a fim de viver unido, pela graça, ao vosso divino filho Jesus. Assim como vós viveste no retiro de Nazaré. Para alcançar essa graça, (fazer o pedido), quero com imenso afeto, e filial devoção, saudar-vos como o Arcanjo Gabriel: Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Nossa Senhora de Nazaré, rogai por nós. Amém.”

Veja alguns produtos de Nossa Senhora Nazaré