Carrinho

Teleatendimento: (11) 4800-3800

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Bem Aventuranças

Santos e ícones Católicos

História de Bem Aventuranças

As Bem-Aventuranças - contexto histórico e geográfico

O sermão da montanha ou As Bem Aventuranças, como é conhecida a pregação de Jesus de Nazaré feita às margens do Mar da Galiléia, aos pés do que se chama hoje, justamente por causa do mesmo evento, Monte das Beatitudes, é um conjunto de ensinamentos que alcançou popularidade indiscutível ao longo da história da humanidade. Conforme consta nos evangelhos, o famoso Mestre o teria pronunciado a uma grande multidão de gente de toda a Judéia e de Jerusalém, do litoral de Tiro e Sidônia, e alguns elementos trazidos pelos textos que narram o acontecimento são dignos de uma atenção especial. Por exemplo, o fato de Jesus se retirar a um monte, que faz lembrar as vezes que Deus se revelou ao homem israelita de maneira importante, para lhe conceder uma ordem, uma promessa, ou uma manifestação de sua presença. Há também o fato de ele usar uma fórmula de felicitação já conhecida no Antigo Testamento, trazendo o significado de que aquela condição que vem logo após o elogio é agradável a Deus. Além disso, também seria útil levar em consideração o contexto histórico-político no qual o ensinamento é proferido: a região de Jesus e daquelas pessoas e seu sofrimento em relação a seus colonizadores do Império Romano.

As Bem-Aventuranças como cartilha de vida cristã

O sermão da montanha é considerado o supra sumo dos ideais de vida cristãos, pois condensa de forma simples todos os ensinamentos de Cristo em uma única pregação, que pode funcionar, desta maneira, como uma cartilha para aquele que quer compreender e seguir mais de perto a essência do tesouro espiritual deste Mestre e praticá-los. O Papa Francisco, recentemente, se referiu a este fragmento do evangelho, chamando-o de GPS da vida cristã. Suas palavras, proferidas na na capela da Casa Santa Marta, em Roma, foram: "Esta é a lei nova, esta que nós chamamos 'as bem-aventuranças'. É a nova lei do Senhor para nós. São o guia da rota, do itinerário, são a bússola da vida cristã. Neste caminho, segundo as indicações deste 'GPS', podemos prosseguir na nossa vida cristã".

Os Santos e as As Bem-Aventuranças

É interessante notar que , na linguagem cristã, quando se faz referência a uma pessoa que já está no céu, como acontece por ocasião da proclamação de um Beato ou Beata, ou na canonização de algum santo ou santa, o termo "bem-aventurado (a)" é sinônimo de "santo ou santa", têm o mesmo significado. Se você quiser conferir esta peculiaridade, veja a liturgia da Solenidade de todos os santos: a cada ano a Igreja traz como evangelho da missa do dia, nada mais, nada menos, que as bem-aventuranças!

Uma catequese sobre As Bem-Aventuranças

De todos os ensinamentos sobre os quais poderíamos refletir neste breve momento, escolhemos dois para compartilharmos e pensarmos juntos: o sentido do termo pobre, primeiramente e, em seguida, o significado da montanha, ou do fato de ter Jesus Cristo escolhido uma montanha para proferir essas palavras tão especiais. Quando Jesus diz "bem-aventurados os pobres em espírito", retoma o sentido que já aparece no profeta Sofonias (Sf 2, 3) , do Antigo Testamento, que utiliza o termo não para assinalar a falta de bens materiais, que é sempre fruto da injustiça e falta de partilha humana, mas sim, significando a disponibilidade para o Reino de Deus. Quase que como um copo que, ao estar vazio, está disponível para ser preenchido. Desde os profetas, os pobres são contemplados como destinatários dos favores de Deus, mas o que está em evidência, tanto lá como nas palavras de Jesus, não é a carestia material e sim a atitude da pobreza, descrita pelo termo ANAWIN, em hebraico, que significa aquele que se curva, o pobre em espírito. Sobre subir a montanha, basta com dizer que, em toda linguagem sagrada, este ato equivale a elevar a consciência.

As Bem-Aventuranças - uma interpretação para hoje

Segundo o texto de Mateus 5, 1-12, estas são as Bem-aventuranças:

- Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus.
- Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a Terra.
- Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.
- Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
- Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.
- Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.
- Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus.
- Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.
- Bem-aventurados sois, quando vos injuriarem e vos perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e regozijai-vos, porque será grande a vossa recompensa nos céus.

Veja alguns produtos de Outros Santos