Carrinho

Teleatendimento: 0800-300-5555 / (11) 3075-6850

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Beato Guido Maria Conforti

Santos e ícones Católicos

História de Beato Guido Maria Conforti

Origens

Guido Maria Conforti nasceu em 30 de março de 1865, na cidade de Ravadese, pertencente à província de Parma, Itália. Seus pais eram muito piedosos e bem de situação financeira, possuindo negócios agrícolas. Guido foi educado na fé cristã, no amor a Deus e no amor ao próximo. Quando criança, estudou em escolas cristãs. Seus pais logo perceberam que o filho tinha vocação religiosa e que não assumiria os negócios da família. O fato foi recebido com alegria por seus pais.

O sonho de ir para a China versus a epilepsia

Apoiado pelos pais, Guido entrou no seminário. Lá, leu a vida de são Francisco Xavier e abraçou o sonho de evangelizar a China, continuando, assim, a missão do santo. Porém, com dezessete anos, enfrentou a epilepsia. Por pouco a doença o impedia de continuar. Mas ele pediu a Nossa Senhora insistentemente e com muita fé. Por fim, alcançou a graça e superou a doença.

Ordenação e carreira

Em 1888, Guido Conforti foi ordenado padre. Porém, foi enviado ao seminário como professor. Depois, foi nomeado vice-reitor. Essas atribuições fizeram com que o sonho de ser missionário na China permanecesse em segundo plano no seu coração.

Congregação dos Missionários Xaverianos

Quando Pe. Guido Conforti tinha apenas vinte e oito anos, já tinha recebido o título de cônego da catedral de Parma. Porém, sentiu que chegava a hora de realizar seu sonho e começou a trabalhar para isso. Depois de dois anos, em 1895, ele conseguiu fundar a Congregação dos Missionários Xaverianos, cujo objetivo era a evangelização dos povos Não-Cristãos. Hoje esta obra tem o nome de Instituto Xaveriano.

O sonho começa a se realizar

Quando Pe. Guido Conforti fundava a Congregação, seu pai faleceu. Pe. Guido recebeu um bom dinheiro por herança e o aplicou totalmente na obra recém fundada. Adquiriu uma casa, onde conseguiu dar abrigo aos primeiros dezessete vocacionados. Já em março do ano 1899, Pe. Guido tinha a alegria de enviar os dois primeiros xaverianos como missionários na China. No ano 1902, em Roma, o próprio Pe. Guido Conforti fez os votos na Congregação que fundara. Na ocasião, recebeu o hábito xaveriano. Seu sonho era poder dedicar-se somente às missões.

A vontade de Deus era diferente

Entusiasmado com o sonho de evangelizar a China, uma surpresa mudou tudo: Pe. Guido Conforti foi nomeado arcebispo da cidade de Ravena. Obediente, ele viu nessa nomeação a vontade de Deus e assumiu o posto. Depois de um ano, porém, por razões de saúde, teve que pedir à Santa Sé a renúncia do cargo. Assim, retornou a Parma e se dedicou à consolidação da congregação.

O sonho se concretiza

Aconteceu que, nessa época, o carisma dos Xaverianos atendia totalmente a uma grande necessidade da Igreja: instalar uma prefeitura apostólica na cidade de Honan, China. Tendo conhecimento da Congregação de Dom Guido Conforti, a Igreja confiou essa importante administração aos Xaverianos. Era o ano 1906. A partir de então, pequenos grupos de padres missionários Xaverianos iniciaram a ir para lá.

Veja alguns produtos de Outros Santos