Carrinho

Teleatendimento: (11) 4800-3800

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . São Matheus

Santos e ícones Católicos

História de São Matheus

São Mateus: de pecador público a Apóstolo e Evangelista

Origens

Sabemos pouco sobre suas origens. Seu primeiro nome era Levi que, no Hebraico, significa 'unido', 'ligado' ou 'vinculado a alguma coisa ou alguém'. Os Evangelhos de Marcos (2, 14) e Lucas (5, 27) apontam que ele era filho de Alfeu. Antes de ser chamado por Jesus, Levi era um 'publicano', ou seja, era um funcionário público a serviço do império romano e fazia o serviço de coletar impostos. Por ordem de Herodes Antipas, o governador da Galiléia, ele estava designado para trabalhar em Cafarnaum, cidade da Galileia onde Jesus começou seu ministério. A princípio, parece que Levi, fazendo jus a seu nome, era 'vinculado ao dinheiro e aos romanos'.

Pecador público

A vida de um publicano não era fácil em Israel. Ele era tido como pecador público porque, ao coletar dinheiro do seu próprio povo, cobrava mais do que devia e se enriquecia com isso. Além disso, era tido como impuro, porque estava sempre em contato com os romanos que, para os judeus, eram impuros. Por isso, Levi era visto como um traidor da pátria, um corrupto, um pecador público e, até mesmo, como ladrão.

Chamado por Jesus

Antes de ser chamado por Jesus, Levi, certamente, já tinha ouvido falar do Mestre que, a essa altura, já estava famoso por causa dos milagres, curas e conversões que operava. Pode ser que o primeiro contato de Levi com Jesus tenha sido quando ele foi chamado. O fato é narrado no próprio Evangelho de Mateus 9, 9. Assim ele escreveu: 'saindo, Jesus viu um homem chamado Levi, sentado na coletoria de impostos, e lhe disse: 'siga-me'! Ele se levantou e seguiu Jesus.'

Objeto da misericórdia

Agradecido pelo chamado, Levi quis, talvez, se despedir de seus amigos ou de sua vida passada. Então, 'depois desse chamado, Levi preparou, em sua casa, um grande banquete para Jesus'. 'Estava ali uma numerosa multidão de cobradores de impostos e outras pessoas, sentadas à mesa com eles.' (Lucas 5, 27-28-29). Por isso, os fariseus começaram a criticar Jesus por Ele ter se sentado à mesa com pecadores públicos. E Jesus respondeu: 'Não vim chamar justos, mas pecadores ao arrependimento'. (Lucas 5,29)

Mudança de nome, mudança de vida

Então, Levi tem seu nome mudado, muito provavelmente por Jesus. Ele passa a se chamar Mateus, que significa 'presente de Deus'. E Mateus, de fato, ele foi um presente de Deus para a Igreja e para a humanidade. Além de deixar seu precioso Evangelho, que contém maravilhosos testemunhos sobre a vida, os milagres e a pregação de Jesus, Mateus foi um grande Evangelista.

Pregação e martírio

Ele evangelizou a Judéia durante quinze anos. Evangelizou parte da Pérsia e, depois, foi para a Etiópia, onde foi responsável pela evangelização e conversão de Santa Efigênia e grande parte do povo local. Ali foi martirizado, sendo decapitado e queimado defendendo sua discípula Santa Efigênia.

Devoção

As relíquias de São Mateus foram encontradas no ano 1080 na Etiópia e, depois, foram levadas para a cidade de Salerno, na Itália, onde estão até hoje. A Igreja celebra a festa de São Mateus no dia 21 de setembro, dia de sua morte.

Veja alguns produtos de Outros Santos