Carrinho

Você está em: Santos e Ícones . Devoção a Santos . Bíblia Católica

Devoção a Santos

Devoção a Bíblia Católica

Devoção à Bíblia Sagrada

O que é 'Devoção', exatamente?

Conforme encontramos no Dicionário, a palavra 'devoção', devotio, em latim, significa 'observância de certas práticas religiosas e piedosas; veneração especial; afeto, dedicação' . Sendo assim, 'devoção' também pode ser definida como o ato de dar uma atenção especial a algo ou a alguém. Existem devotos e devotas de todos os tipos, dedicados a muitos santos e santas. Mas quando fazemos uma busca rápida pelos artigos da Internet, não encontramos muitos textos ligados diretamente ao assunto 'devoção à Bíblia Sagrada'. Por esta razão, vamos dedicar um tempo neste artigo a explorarmos juntos mais essa possibilidade de devoção, pois está claro que as Sagradas Escrituras são consideradas muito dignas de atenção, em qualquer manifestação religiosa. Não seria diferente no Cristianismo, que considera suas escrituras sagradas como 'Palavra de Deus'. Assim, faz todo sentido falar, então,  de 'devoção à Bíblia Sagrada'!

Em que sentido se fala de 'Devoção à Bíblia Sagrada'

Em nosso artigo Significado e simbolismo da Bíblia Sagrada, pensamos um pouco sobre o caráter sagrado deste livro, ou seja, sobre o fato de ele ser considerado como a 'Palavra de Deus' para as pessoas que vivem no Cristianismo, principalmente. É um livro inspirado pelo próprio Deus, conforme se afirma nesse universo religioso, como dogma de fé: 'Na Sagrada Escritura, Deus fala ao homem à maneira dos homens. Portanto, para bem interpretar a Escritura, é necessário prestar atenção ao que os autores humanos realmente quiseram dizer, e àquilo que aprouve a Deus manifestar-nos pelas palavras deles.'( Catecismo da Igreja Católica, 109). Desta forma, são escrituras que merecem, de fato, essa atenção especial, essa dedicação, esse interesse, essa devoção. 

Atos de devoção à Bíblia Sagrada

Como se sabe, os atos de devoção podem ser inúmeros e de várias naturezas. Desde o ato de pensar várias vezes por dia em um determinado objeto, até a dedicação de um tempo para algum ritual específico, que pode variar entre enfeitar uma mesa com flores para colocar a Bíblia Sagrada em destaque, até dedicar horas de estudo e oração, completamente absorvidos pela atividade de ler e contemplar as escrituras sagradas. Há pessoas que recitam sempre um versículo ou texto bíblico específico, de acordo com cada situação da vida - um dos mais famosos exemplos é o versículo do Salmo 22, que diz 'O Senhor é meu pastor e nada me faltará'; e outro, do salmo 90, que fala sobre a proteção divina, 'ainda que eu passe pelo vale das sombras, não temerei'. Outras pessoas dedicam um pequeno tempo do dia, ou mesmo iniciam o dia com a leitura de algum texto bíblico, buscando orientação e a presença de Deus, pela sua Palavra. Outros dedicam sua vida à pregação dessa Palavra, alguns organizam festas e celebrações, outros, como o filósofo Pascal Blaise, por exemplo, costuram um trecho da Palavra de Deus na parte da roupa que repousa sobre o coração; enfim, existem várias devoções. 

Santos que foram devotos da Bíblia Sagrada

Todos os santos e santas que conhecemos dedicaram muitos esforços para adequarem as suas vidas à Palavra de Deus, e por esta razão são chamados de santos. Em todos os registros e biografias desses nossos irmãos que foram exemplos para nós, certamente poderemos encontrar alguma passagem ou acontecimento importante,  ligados às Sagradas Escrituras. De Santo Agostinho a São Francisco de Assis, inúmeros são os exemplos de conversão ocorrida durante a leitura e audição da Bíblia Sagrada. Alguns santos e santas, porém, se destacam quando o assunto é 'devoção à Bíblia Sagrada'. É  o caso de São Jerônimo, de Strídon (347-420). A ele foi dada  a missão de traduzir as sagradas escrituras, que foram escritas originalmente em grego e em hebraico, para o latim, atendendo ao pedido do papa Dâmaso. Conta-se que a dedicação de Jerônimo a essa tarefa e, depois, ao estudo apaixonado e incessante das sagradas escrituras, consumia toda sua energia, ao lado da atividade como pregador.  Teria morrido com 80 anos, no dia 30 de setembro do ano 420. Para saber mais a respeito da vida de São Jerônimo, visite nosso artigo História de São Jerônimo. Em razão de sua devoção exemplar, é comemorado nesse dia (30 de setembro) e, justamente por sua causa, a Igreja dedica o mês de setembro a divulgar a devoção à Bíblia Sagrada.  

A Devoção À Bíblia Sagrada no Brasil

A Bíblia Sagrada foi usada pela primeira vez em solo brasileiro durante a famosa celebração da Missa realizada logo após a chegada dos portugueses. Durante os anos que se seguiram, certamente, os missionários não mediram esforços para ensinar as Sagradas Escrituras e, com o crescimento das instituições religiosas, e o surgimento de gráficas nas quais puderam ser impressos muitos exemplares, a Bíblia Sagrada, depois de mais de quinhentos anos de história, é bem conhecida em nosso país. Como se disse acima, a Igreja Católica dedica o mês inteiro de setembro a propagar o livro sagrado e a refletir sobre o lugar de destaque que a Palavra de Deus merece na vida dos seguidores e seguidoras de Cristo. Em muitos lugares do país acontecem festas dedicadas a celebrar a devoção à Bíblia Sagrada e, já há cinquenta anos, ela é celebrada no último domingo de setembro, conhecido como o Domingo da Palavra de Deus. E você, tem alguma manifestação diferente de devoção à Bíblia Sagrada para compartilhar conosco? Esperamos seu comentário!
 

Veja alguns produtos de Outros Santos