Santos e ícones Católicos

Você está em: Santos e Ícones . História de Santos . Bem-aventurado Pedro Vigne

Fundador da Congregação das Religiosas do Santíssimo Sacramento

(Irmãs Sacramentinas)

Origens

Pedro, ou Pierre Vigne, nasceu em Privas, França, em 20 de agosto de 1670. Privas era uma cidadezinha que sofrera bastante por causa dos enfrentamentos entre católicos e protestantes algumas décadas antes de Pedro nascer. Porém, os efeitos dessa contenda ainda estavam vivos na alma e no comportamento de todos. Havia, ainda, grande discriminação religiosa na região.

Filho de pais protestantes

Os pais de Pedro Vigne, chamados Francisca e Pedro, eram protestantes. Eles tiveram cinco filhos e batizaram todos na igreja católica de Privas. Fizeram isso não por convicção, mas por segurança, para proteger os filhos de uma forte discriminação religiosa. Duas irmãs de Pedro Vigne morreram cedo por causas naturais. Pedro conviveu com dois irmãos e tiveram uma vida de conforto.

Formação católica

Pedro Vigne foi formado em boas escolas católicas até os dezesseis anos de idade. Depois disso, ele começou a manifestar o desejo de se tornar pastor protestante, seguindo a fé de sua família. Para concretizar seu sonho, pretendia estudar na Suíça. Tudo corria conforme seus planos até que, de repente, um fato iria transformar toda sua concepção de vida.

Deus se manifesta presente na Hóstia Consagrada

Pedro Vigne estava viajando a cavalo quando cruzou seu caminho com um padre católico. O Padre estava levando a Santa Comunhão, Jesus Eucarístico, a um enfermo. Neste momento o cavalo de Pedro Vigne refugou por três vezes, negando-se a seguir em frente e procurando, de todo jeito, seguir o padre. Então Pedro compreendeu o motivo pelo qual isso estava acontecendo: Jesus está presente na Hóstia Consagrada. Pedro Vigne compreendeu a mensagem e, desse momento em diante, sua vida se transformou.

Seminarista e padre

Pouco tempo após ter tido essa experiência, Pedro Vigne entrou para o seminário de São Sulpício de Viviers e seguiu firme na vocação. No ano 1694 recebeu a ordenação sacerdotal e foi nomeado vigário de Saint-Agrève. Aos poucos percebeu que sua vocação como padre era a de ser missionário entre o povo mais simples. Por isso, no ano 1770 ele entrou na Congregação dos Padres Lazaristas na cidade de Lyon. Entre os lazaristas, recebeu a formação que precisava para as missões populares e para viver com os pobres.

Missionário itinerante entre os pobres

Pouco tempo depois, o padre Pedro Vigne estava anunciando a Palavra de Deus entre o povo pobre, esquecido e marginalizado. Seis anos depois, em 1706 deixou a Ordem dos Lazaristas para se tornar aquilo que tinha descoberto ser a sua missão neste mundo: ser um missionário itinerante. Para tanto, desenvolveu um método pastoral próprio e cativante. Por onde passava conquistava os corações e muitas conversões aconteciam.

Uma vida dedicada à missão

Padre Pedro Vigne dedicou toda a sua vida a esta missão. Foram mais de trinta anos viajando a pé ou no lombo de um cavalo levando a Palavra de Deus aos mais esquecidos. Adorador de Jesus na Eucaristia, por onde passava ele celebrava a santa missa, fazia questão de expor o Santíssimo Sacramento e de ensinar o povo a adorar Jesus.

Uma Via Sacra especial

A Virgem Maria tinha um lugar especial no coração do Pe. Pedro Vigne e em suas pregações. No ano 1712 ele decidiu residir em Boucieu le Roi. Lá, com a ajuda do povo, ele construiu uma Via Sacra com nada menos que trinta e nove estações, abordando fatos marcantes da vida de Jesus, que iam da Santa Ceia até o dia de Pentecostes.

Realizador e Fundador

Compreendendo cada vez mais o poder e a importância da adoração à Eucaristia, o Padre Pedro Vigne fundou a Congregação das Sacramentinas, cujo nome oficial é: Congregação das Religiosas do Santíssimo Sacramento. A elas, ele recomendou, além da adoração profunda a Jesus sacramentado, a prática a qual essa adoração deve conduzir, ou seja, a caridade para com os mais pobres, a humildade, a oração. Além disso, percebendo a necessidade instrução e formação cristã das crianças de Boucieu le Roi, padre Pedro Vigne fundou escolas e um seminário para a formação de professoras.

Coração de adorador

Padre Pedro Vigne tornou-se adorador de Jesus Eucarístico desde que lá, na sua juventude, seu cavalo refugou diante da Hóstia Consagrada. Por causa disso, anos mais tarde, ele ingressou na Congregação dos Padres do Santíssimo Sacramento em 1724, na cidade de Valença.

Morte

Vendo que a congregação que ele tinha fundado caminhava bem, Padre Pedro Vigne começou a escrever livros de espiritualidade e regras de vida para religiosos. Além disso, continuou com suas viagens missionárias. E foi numa dessas viagens que seu corpo já cansado, aos setenta anos de vida, que ele sentiu-se mal e faleceu. Faleceu em missão. Era o dia 8 de julho de 1740. Seu cpor foi levado para cidade onde ele escolheu viver, Boucieu le Roi. Lá, ele foi sepultado na pequena igreja ao lado de sua casa. A Congregação fundada por ele, Religiosas do Santíssimo Sacramento, superou enormes dificuldades e atravessou séculos. Hoje está presente em vários países, inclusive no Brasil. Sua beatificação aconteceu em 2004, pelo Papa João Paulo II.

Oração ao Beato Padre Pedro Vigne

Ó Deus, que destes ao beato Pedro Vigne a graça de reconhecer vossa presença real e de adorar-vos na santa Eucaristia, dai também a nós esta grande graça. E que o fruto da nossa adoração seja a caridade para com os mais pobres, a humildade e o amor para com todos. Por Cristo, nosso Senhor, amém. Beato Pedro Vigne, rogai por nós.”

Veja alguns produtos de Outros Santos